Arquivo da tag: pão de queijo

Gougères: o pão de queijo francês. Levando um pedacinho da França para a confraternização da Aliança!

Sou um completo apaixonado pela França. As paisagens, a cultura, mas sobretudo a gastronomia. E tenho também o objetivo de morar uma temporada por lá. Enquanto esse dia não chega, fico com lembranças de viagens, delírios e aproveito para estudar a língua. O post vem com certo atraso, mas há duas semanas fizemos uma confraternização da turma da Aliança Francesa no último dia de aula. E para o café resolvi testar um clássico do país que conheci na primeira vez que jantei na Roberta Sudbrack: Gougères. Trata-se em uma explicação livre do pão de queijo francês, mas, diferentemente do que estamos acostumados, é leve e quase derrete na boca.

20131212_073933

Buscando receitas e inspirações, me deparei com uma feita no programa da Ana Maria Braga pelo chef Emmanuel Bassoleil. Testei e de fato fica uma delícia. As únicas coisas que mudei foram a quantidade de queijo (acrescentei parmesão), um toque de flor de sal por cima e o adicional de tomilho fresco que coloquei em alguns. Vamos aos ingredientes:

250 ml de água
100 g de manteiga
1 pitada de sal
150 g de farinha de trigo
4 ovos
100 g gruyère ralado
50 g de parmesão
1 gema batida
Flor de Sal (opcional)
Tomilho fresco (opcional)

Esta é uma massa cozida então é preciso ter braço para mexer tudo até se incorporar. E não se assuste. Vai ter um momento que você vai pensar que deu errado. Quando esta hora chegar, continue mexendo com vigor que as coisas voltam ao normal.

Com tudo separado, leve uma panela com água, manteiga e sal ao fogo até tudo derreter. Feito isso, tire do fogo e coloque a farinha. Mexa bem até a massa começar a ganhar corpo e volte ao fogo. Sempre mexendo bem para incorporar e ao mesmo tempo cozinhar esta massa.

20131211_192637

20131211_192754

Retire novamente do fogo e junte os ovos um a um sempre mexendo. Como a massa está quente, se você não incorporá-los rapidamente corre o risco deles cozinharem. Feito isso, entre com os queijos ralados e finalize.

20131211_193242

20131211_193627

Coloque o forno para pré-aquecer a 180 graus enquanto você molda os seus gougères. Faça do tamanho que você quiser. Usei como padrão uma colher de sopa. Como disse, enquanto enrolava coloquei tomilho fresco em alguns. Coloque as bolinhas em uma assadeira untada com manteiga, pincele com uma gema batida, jogue um pouquinho de flor de sal e asse por mais ou menos 20 minutos. Espetacular!

20131212_065826 20131212_073933

A brincadeira ainda teve um crumble de maçã com banana feito pela querida professora Sophie. A receita me foi passada e em breve farei por aqui.

20131212_092944

Tivemos também belíssimos brigadeiros da Jucyléia. Vocês podem até encomendar lá no Chocosonhos, que também faz bolos decorados. Muito gostoso!

20131212_091638

Enquanto o sonho de morar por lá não chega, a solução é essa mesmo: tentar trazer para casa um pouquinho da França. Até a próxima! À bientôt!

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Anúncios

Da Casa da Táta.. Certeza de boa manhã após um belo café!

Não sou um cara de café da manhã. Sim, isso é errado. Eu sei. Mas nunca tive o costume. Café comigo só mesmo em duas situações: em hotel quando estou viajando ou na rua como um programa para sair de casa. E atualmente essa é uma ideia cada vez mais difundida. São muitas as opções e as localidades. Mas um lugar específico me faria comer após acordar todos os dias: Da Casa da Táta.

A fachada acanhada na Gávea.. A foto foi tirada depois de 12h no sábado.. Por isso não tem gente na porta!

A fachada acanhada na Gávea.. A foto foi tirada depois de 12h no sábado.. Por isso não tem gente na porta!

A acanhada casinha na Gávea é aconchegante, com decoração criativa e, melhor de tudo, com comida maravilhosa a preços mais do que justos se comparado a outras casas. Só tem um defeito por lá, que acontece justamente por mérito: está SEMPRE cheio. E como a casa é pequena e café não é uma refeição que as pessoas fazem com rapidez, a espera pode ser bem longa. Isso só não acontece em duas situações: se você chegar até 8h ou depois de 11h. Entre estes horários vá, mas tenha paciência!

O salão da casa é bem pequeno, mas aconchegante...

O salão da casa é bem pequeno, mas aconchegante… No detalhe o balcão que pode ser utilizado..

Então vou supor aqui que você vá esperar. Logo ao sentar já dá para perceber o clima de casa mesmo. Talheres que não seguem padrão, jogo americano com cartas e fotos aleatórias… No cardápio duas opções de café pré montados. Nunca comi outro sem ser o da Táta, que inclui tudo da primeira opção mais alguns adicionais. É mais do que suficiente para duas pessoas e sai por R$ 27. Estão incluídos um suco, uma bebida quente, cesta de pães, incluindo aí um dos melhores pães de queijo da cidade e uma broa de milho fantástica, uma fatia de bolo (incrível), manteiga, geleia, uma fruta, queijo minas, peito de peru e um pão de passas ou de chocolate. Você pode pedir sanduíches na ciabatta ou na baguete com diversos recheios, omeletes e adicionais variados, entre eles mais algum item dos que você já recebeu ou algo como ovos mexidos (não aconselho: são mais do que comuns. Quer ovo mexido? Faz o que eu ensinei aqui mesmo).

A mesa com jogo americano feito pela própria casa, sem padrão.. O cardápio com capa de pano...

A mesa com jogo americano feito pela própria casa, sem padrão.. O cardápio com capa de pano…

Os frios, peito de peru e queijo minas, e o mamão cortado em formato diferente do habitual...

Os frios, peito de peru e queijo minas, e o mamão cortado em formato diferente do habitual…

Mas vamos aos detalhes e aos motivos de eu achar que vale a pena esperar. Primeiro os pães. Frescos, caseiros e deliciosos. Mas dois itens da cesta valem destaque especial. Um eu já falei: a broa de milho. Também levinha e saborosa, casa perfeitamente com os frios e novamente com a manteiga ou a geleia.

Os pães sempre quentinhos, frescos e crocantes.. Baguete, pão de batata e aberta ali em cima a broa espetacular!

Os pães sempre quentinhos, frescos e crocantes.. Baguete, pão de batata e aberta ali em cima a broa espetacular!

O pão de queijo é brincadeira. Aerado, levinho e muito saboroso. Não é aquela porcaria industrializada e massuda que a gente encontra por aí. Com manteiga fica a perfeição. Por mim ficava sempre nessa dupla!

O pão de queijo é impecável.. Repare que não é massudo e sim leve e aerado.. E a manteiga derretendo? Maldade minha, não?

O pão de queijo é impecável.. Repare que não é massudo e sim leve e aerado.. E a manteiga derretendo? Maldade minha, não?

Mas antes que você se empolgue, faço o alerta: deixe espaço para os doces. Os bolos da Táta formam um capítulo diferente. Falam do de laranja. Também ouvi coisas boas sobre o de milho, de aipim e de cenoura. Mas peço desculpas a eles. O Formigueiro é SEMPRE a minha escolha. E é incomparável. Massa leve e macia, calda saborosa. Um bolo impecável. Sempre termino levando uma fatia extra para casa. Dessa vez não foi diferente. Mas acabei nem encostando já que Seu Cavalierão bateu o olho e devorou sem dó nem piedade me deixando órfão na manhã seguinte. O pão de chocolate também é muito bom, mas nada se compara a esse bolo.

O bolo que é talvez a grande estrela.. Dá para ver pela foto como é fofinho e delicioso.. Ao lado o pão de chocolate..

O bolo que é talvez a grande estrela.. Dá para ver pela foto como é fofinho e delicioso.. Ao lado o pão de chocolate..

Logo na entrada fica esse balcão com bolos variados e pães que você pode levar para casa...

Logo na entrada fica esse balcão com bolos variados e pães que você pode levar para casa…

Um único detalhe que não pode passar despercebido é o atendimento. Costuma ser lento e em alguns casos confuso. Coisas que você acaba relevando justamente em função do número grande de pessoas no fim de semana. Vá com calma, é um café, você está ali para relaxar. Outra coisa que mudaria é a ausência de requeijão. A casa trabalha apenas com cream cheese e tem de ser pedido como adicional.

No fim das contas a satisfação é garantida. Se você quiser esperar, acho que não vai se arrepender. Se não quiser, acorda cedo ou acorda da tarde! Ah! A casa ainda serve almoço e quinzenalmente promove degustação de vinhos. Nunca fui, mas a vontade é grande. Se for como o café é certeza de satisfação garantida. Aproveite a dica e tenha um bom dia!

Da Casa da Táta
Rua Professor Manuel Ferreira, 89 – Gávea  Rio de Janeiro – (21) 2511-0947
Seg a sex, das 8h às 20h; sáb, das 8h às 18h30m; dom, das 9h às 14h