Arquivo da tag: Lagoon

Mauá atravessa o túnel e traz o Brasil para o Lagoon

Apesar de parecer até certo ponto uma heresia, há quem saia de casa rumo ao Museu de Arte do Rio (MAR) apenas para provar as delícias brasileiras do Mauá, que conta ainda com estonteante vista da praça de mesmo nome. Mas desde dezembro passado, é possível explorar o cardápio do chef baiano e boa praça Marcones Deus perto de outro cenário privilegiado da cidade: a Lagoa Rodrigo de Freitas. A casa ocupa o lugar do Gula Gula no complexo gastronômico do Lagoon.

Para reforçar ainda mais a brasilidade que toma conta do primeiro ao último item do menu, o salão conta com fotos de viagens feitas pelo próprio Marcones além de um painel de 16 metros de comprimento assinado pelo artista Smael que retrata de maneira colorida e descontraída o interior do Brasil.

IMG_1289

IMG_1290

Mas vamos aos pratos. Em tempos de calor senegalês, o almoço começou com duas pedidas bem refrescantes: vinagrete de polvo (R$ 38,00) e camarão com chuchu (R$ 44,00). Ambos trouxeram os protagonistas em pontos perfeitos de cocção e molhos com acidez equilibrada.

IMG_1282

Na ala das entradas quentes, destaque para as patinhas de caranguejo empanadas em farinha panko e ladeadas por levíssimo sour cream de maracujá que contrastou perfeitamente com o sabor adocicado da carne (R$ 42,00, 12 unidades). Mas o capuccino de feijão verde coroado por cremoso chantilly foi outra boa pedida (R$ 14,00).

IMG_1286

IMG_1288

A mesa grande me deu a oportunidade de provar belas opções entre os principais. O mignon com queijo de coalho trouxe como acompanhamento uma bela salada de feijão verde além de aipim frito (R$ 69,00). Já o pirarucu com molho de maracujá e coco chega sobre cama de bananas grelhadas e farofa crocante (R$ 79,00).

IMG_1299

Mas dois deles foram os campeões. A língua veio macia e envolta em saboroso molho de vinho tinto e acompanhada por arroz cremoso (R$ 59,00). Já o picadinho de caju (R$ 59,00) abusa de originalidade e criatividade. A começar pela apresentação. É muito difícil acreditar que não estamos diante de cubos de mignon. Os pedaços da fruta com textura e sabor deliciosos chegam coroada por uma gema de ovo orgânico e ladeada por batatas coroadas e uma sensacional farofa de shitake. Costumo brincar no meu Instagram (@gastroesporte) que #osveganchora quando dão de cara com um suculento corte de carne, mas diante desse prato #osveganpira. E com razão.

IMG_1298

A orgia ainda reservou espaço para um belo pudim de leite com calda quente de caramelo para arrebatar de vez (R$ 19,00).

IMG_1301

Depois desse almoço nem mesmo uma sessão de Star Wars logo ali ao lado poderia manter qualquer um acordado. Melhor opção era mesmo uma caminhada diante da Lagoa. Até a próxima e um feliz 2016 para todos! Saúde!

Av. Borges de Medeiros, 1424, Lagoa (Lagoon). Tel: (21) 2239-0881. 12h/0h (sex. e sáb. até 1h).

Anúncios

Corre que dá! Quadrifoglio Caffé no Laggon surge com grande opção para jantar no Restaurant Week!

Achei que o Brigite’s seria minha última visita nesta edição do Restaurant Week. Mas a folga de sexta-feira me levou ao Complexo Lagoon, que você já leu aqui, e ao jantar do Quadrifoglio Caffé. E a surpresa foi bastante agradável. Desta vez não fiquei na área comum do espaço e sim no próprio restaurante, que possui salão amplo, confortável, com decoração sóbria e uma ampla cozinha aberta perfeita para quem gosta de acompanhar o andamento dos chefs.

No centro do complexo Lagoon, um bar faz parte da área comum e fica de frente para a entrada dos restaurantes..

Bar central do Complexo Gastronômico do Lagoon..

20130531_181823

A entrada foi um acerto. Porção com três Arancinis, ou bolinhos de risoto, recheados com queijo Taleggio. Saboroso, bem temperado e com recheio delicioso. Acompanhava um molho de tomate agridoce que lembrava um chutney. Equilibrou muito bem.

20130531_171152

20130531_171529

O prato foi Steak Tartare com fritas e salada. O principal estava gostoso, apesar de preferir a minha receita (deixa eu puxar a sardinha para mim, hehehehe). A carne estava fresca e muito bem temperada. Ponto negativo foram as batatas, que me pareceram congeladas e vieram em corte fino. O tempero do mix de folhas estava bem gostoso com acidez no ponto certo. A outra opção é massa fresca recheada com mussarela de búfala e molho de tomate fresco.

20130531_173251

A sobremesa escolhida foi um dos sabores do sorvete artesanal da casa. Provei o de pistache, que estava gostoso, mas não inesquecível, e o de chocolate, este sim bem saboroso.

20130531_180218

Resumindo, se você não tem planos para jantar neste sábado ou no domingo, anote a dica e vá lá conferir. O Lagoon é um espaço adorável e o menu do Quadrifoglio Caffé surge como uma grande opção. Aproveite que os bons preços terminam agora dia 2!

Dúvidas ou considerações é só deixar no comentário ou mandar via Twitter ou Instagram (@GastroEsporte), ou melhor ainda, vai lá na página do Facebook e escreve por lá! Beijos e abraços em todos!

Almoço no Complexo Lagoon.. Boa comida, família e uma vista impecável! Vale bastante a visita..

Comer com uma bela vista é sempre um prazer a mais. No Rio de Janeiro, lugares para isso não faltam. Opção recente, variada e agradável é o complexo gastronômico do Lagoon. Além do cinema, o local conta no primeiro andar com uma filial da delicatessen Empório Gourmet Show (também presente no Cadeg) na qual você pode comer e beber muitos dos produtos vendidos. O complexo conta ainda com uma casa de shows, a Miranda. Mas a bossa toda está no segundo andar onde você encontra quatro opções de restaurantes além de uma área em comum na varanda que conta com cardápio próprio e uma vista deslumbrante da Lagoa Rodrigo de Freitas.

A varanda é sempre a área mais concorrida em função da bela vista... É neste espaço que você pode pedir pratos de todas as casas..

A varanda é sempre a área mais concorrida em função da bela vista… É neste espaço que você pode pedir pratos de todas as casas..

As opções são Pax Delícia, Gula Gula, Giuseppe Grill Mar e Quadrifoglio Caffé. Cada um tem o seu salão próprio. Mas o que chama atenção é a quinta opção: um bar imenso que dá de frente para a porta dos quatro e a varanda onde você tem a visão privilegiada da Lagoa. Batizada de San Remo, a área em comum conta com cardápio próprio de petiscos, extensa carta de drinks e de vinhos além de parte do menu dos quatro restaurantes. Foi a opção escolhida para comemorarmos o sucesso da minha cunhada Bebel em seu mestrado.

No centro do complexo Lagoon, um bar faz parte da área comum e fica de frente para a entrada dos restaurantes..

No centro do complexo Lagoon, um bar faz parte da área comum e fica de frente para a entrada dos restaurantes..

A decoração é muito legal. Olha como fica interessante esse carro no qual o Giuseppe expõe os peixes e frutos do mar fresquinhos que são cobrados por peso.

O carro com peixes fresquíssimos além de frutas e vegetais do Giuseppe Grill Mar faz parte da decoração.. O cliente escolhe o peixe e paga por quilo..

O carro com peixes fresquíssimos além de frutas e vegetais do Giuseppe Grill Mar faz parte da decoração.. O cliente escolhe o peixe e paga por quilo..

Do cardápio do San Remo, chama atenção as muitas opções  e ceviche. Pedimos dois. O de peixe branco estava no ponto certo, apesar de o cardápio dizer que conta com fatias de lima e no prato em si vir apenas o suco (R$ 32). Cebola roxa, limão, coentro e pimenta biquinho bem equilibrados.

Ceviche de peixe branco com cebola roxa e pimenta biquinho.. No ponto certinho.. Só faltou a lima..

Ceviche de peixe branco com cebola roxa e pimenta biquinho.. No ponto certinho.. Só faltou a lima..

Já o de salmão estava bem abaixo (R$ 34). O peixe veio no ponto certo, mas o caldo estava muito mais ácido do que o anterior e o coentro dominou. Pena.

O ceviche de salmão levava os mesmos ingredientes, mas estava bem inferior.. Os sabores estavam sem harmonia..

O ceviche de salmão levava os mesmos ingredientes, mas estava bem inferior.. Os sabores estavam sem harmonia..

Para beber, Terranoble Chardonnay bem gelado (R$ 60). Fresquinho, frutado, caiu muito bem…

Terranoble Chardonnay.. Bom preço e um vinho bem fresco para a tarde...

Terranoble Chardonnay.. Bom preço e um vinho bem fresco para a tarde…

A turma dos drinks ficou na carta elaborada por Waldeck Rocha. As caipirinhas (que podem ser com variados tipos de cachaça ou vodka), são servidas no copo tradicional ou entãoi no que eles batizaram de piscinões. Depois de algumas dá até para se afogar. Olha essa de lima (R$ 25). Ah! O chope é Heineken.

Ideia criativa.. Para dividr, as caipivodkas podem ser pedidas em tamanho maior.. Essa foi de lima da pérsia..

Ideia criativa.. Para dividr, as caipivodkas podem ser pedidas em tamanho maior.. Essa foi de lima da pérsia..

Na hora dos pratos principais, os pedidos todos acabaram vindo do Pax Delícia. Neste caso, a vantagem é que os pratos chegam juntos. Se você pede de outro restaurante, corre o risco de chegarem separados já que cada cozinha tem seu tempo. Nem todos brilhantes, mas no geral comemos muito bem. Vou começar pela estrela da festa, que infelizmente não foi pedido por mim. O atum selado com mix de cogumelos e risoto de quinoa com laranja, ervilha, alho-poró e mascarpone estava perfeito (R$ 54). Peixe fresco, molho ideal e o risoto saboroso e criativo. Delicioso!

O melhor prato da noite.. Atum fresco e saboroso, cogumelos no ponto certo e quinoa bem diferente...

O melhor prato da noite.. Atum fresco e saboroso, cogumelos no ponto certo e quinoa bem diferente…

Outro prato pedido foi o mignon com molho de balsâmico e risoto de gorgonzola com pêra (R$ 48,50). Carne veio boa, o molho não mais do que correto e o risoto também sem muito destaque. Bom, mas nada demais.

O mignon estava no ponto certo, o risoto apenas correto e o molho de balsâmico precisava justamente de mais balsâmico!

O mignon estava no ponto certo, o risoto apenas correto e o molho de balsâmico precisava justamente de mais balsâmico!

O frango empanado com parmesão veio acompanhado de fetuccine de pupunha com molho de queijo (R$ 39). O empanado estava bem saboroso e o frango suculento. O palmito pedia mais sal, mas estava com boa textura. O molho que merecia mais carinho, mas no geral um bom prato apesar de ter sido o de pior apresentação.

O prato carecia de mais cor.. O molho de queijo apenas correto e o palmito com boa textura.. Mas o frango estava muito bom.. Suculento e saboroso..

O prato carecia de mais cor.. O molho de queijo apenas correto e o palmito com boa textura.. Mas o frango estava muito bom.. Suculento e saboroso..

O risoto de cogumelos frescos com funghi seco estava bom também (R$ 41,50). Mas aí vou puxar sardinha para mim e dizer que sou mais o meu, como você pode lembrar aqui. O funghi seco acaba dominando e mascarando o sabor dos demais cogumelos.

O risoto estava cremoso e no ponto certo.. Cogumelos bem gostosos apesar do excesso de funghi..

O risoto estava cremoso e no ponto certo.. Cogumelos bem gostosos apesar do excesso de funghi..

Pedi para mim um entrécôte black angus acompanhado de batatas rústicas (R$ 58). Este corte não é dos mais macios, mas compensa em sabor. Veio no ponto certo. Já as batatas destoaram e muito. Mal assadas, não tinham aquela casquinha crocante. Veio com uma cebola razoável e cubos de bacon que estava extremamente duros. Destoou da boa carne.

As batatas decepcionaram demais.. Mas a carne, um corte não tão macio, estava saborosa e no ponto..

As batatas decepcionaram demais.. Mas a carne, um corte não tão macio, estava saborosa e no ponto..

Mas, como disse em cima, o almoço foi festivo e o local combinou perfeitamente para isso. Neste clima, estas imperfeições passaram batidas. O que importava era brindar o sucesso e festejar em família. E fazer isso com uma vista como a da Lagoa fica muito mais fácil.

Todos reunidos em comemoração! Mesa bonita e farta!

Todos reunidos em comemoração! Mesa bonita e farta!

Mais informações sempre no Twitter e no Instagram (@GastroEsporte). Até a próxima! Beijos em todos!

Lagoon Gourmet

– Avenida Borges de Medeiros – 1.424 , Lagoa, Rio de Janeiro – RJ / (21) 2249-8762
– Seg a sáb, 11h à meia-noite. Dom, 11h às 22h