Arquivo da tag: IPA

St. Gallen, um parque para cervejeiros, lança chope de verão, uma Witbier leve e refrescante

A Vila St. Gallen, em Teresópolis, era um daqueles lugares que estava querendo conhecer há bastante tempo. E a espera acabou no último sábado. Fui convidado para o lançamento do chope de verão da cervejaria. E o tiro foi certeiro. A Witbier desenvolvida pelo mestre cervejeiro Gabriel di Martino combina perfeitamente com o calor que tem feito em qualquer canto do estado do Rio de Janeiro, inclusive na serra!

Desenvolvida com gengibre e casca de laranja, a cerveja é extremamente refrescante. No nariz, o aroma dos ingredientes principais ficam claros com notas cítricas que também são sentidas no paladar. Com 4,5% de teor alcoólico, a cerveja levinha desce perfeitamente em um dia de calor.

20140118_162059

O chope fica em cartaz até o fim do verão. O copo de 200ml sai por R$ 9 e o de 400ml por R$ 15. Você também pode pedir ele na bota de 1 litro por R$ 35. Como parte da tradição, além do chope, a St. Gallen convidou um chef para desenvolver um petisco que harmonize com a criação. A responsável desta vez foi Katia Barbosa, do Aconchego Carioca. E mais uma vez ela deu um tiro certo com a porção de camarões empanados em flocos de arroz servidos com molho de bobó apimentado (R$ 39). Estava tão bonito que me fez comer camarão depois de 20 anos! O molhinho dava um levante incrível na pedida repleta de texturas – o macio do fruto do mar e o crocante do empanado.

20140118_141249 20140118_141828

A farra continuou com um dos pratos servidos na casa: kassler defumado com salada de batata, purê de ervilhas e repolho fermentado em suco de maçã. O purê estava perfeito, assim como o kassler que veio macio, saboroso e com um gostoso molho de mostarda.

20140118_144535

A sobremesa foi strudel de maçã caramelizado na mesa com maçarico e acompanhado de sorvete feito a base da Therezópolis Rubine (o mesmo que eu já havia falado aqui).

20140118_152707

Mas antes dos lançamentos, fizemos um tour pelo espaço regado a Therezópolis Gold direto das torneiras. O local é um verdadeiro complexo de entretenimento para os que amam cervejas. No salão principal, o Bierfest, opções da culinária alemã em ambiente decorado que fica de frente para uma micro cervejaria que não é meramente decoração. Do lado de fora fica o Biergarten que reproduz a vila que dá nome ao local. Tem lojinhas com produtos de lá, chocolates e uma loja de roupas. Como parte da ambientação rola até uma capela com cantos gregorianos. Um show!

20140118_161054

 

20140118_17304020140118_125014 20140118_124919

Provamos alguns dos petiscos como o salmão defumado com brotos no pão de cevada, o croquete de queijos crocantes com geleia de damasco e pimenta, e as linguiças alemãs com molho de mostarda e mel. O croquete, em especial, estava sensacional. Já o salmão ficaria perfeito se o pão viesse torradinho.

20140118_125108 20140118_130813 20140118_131915

Além do salão principal, o complexo conta ainda com mais dois restaurantes, o recém lançado Bistrô 1912 e a Abadia, especializada em racletes e fondues que fogem do comum utilizando diferentes métodos de cocção e até carnes de caça. Estes vão ficar para futuras visitas.

No fim, ainda tive a oportunidade de experimentar a primeira receita da IPA que o Gabriel di Martino está desenvolvendo para a próxima estação. O mestre cervejeiro de inacreditáveis 23 anos acertou a mão mais uma vez, mas disse que esta ainda não é a receita definitiva. Lupulada como uma IPA deve ser, mas um pouco mais acessível ao grande público. A ideia é tê-la em garrafa em um futuro próximo. Vamos aguardar. Enquanto o dia não chega, vamos matando a sede com muita Witbier. E até a próxima!

20140118_171946

Vila St. Gallen
Rua Augusto do Amaral Peixoto, 166 Alto – Teresópolis – RJ
Tel: (21) 2642 1575
Qua e qui, das 19h à 1h, Sex das 19h às 1h30, Sáb, das 12h às 1h30 e Dom, das 12h às 23h30

Anúncios

Mondial de la Bière: mais um festival imperdível para os cervejeiros. Dá até para ir do céu ao inferno!

O Beer Experience abriu o caminho para os amantes de cervejas artesanais e importadas. E agora o Rio de Janeiro recebe mais um parque de diversões para os boêmios com a primeira edição no país do Mondial de la Bière, que começou na quinta-feira 14 e vai até o próximo domingo 17, no Terreirão do Samba. O festiaval, inaugurado em 1994 em Montreal, no Canadá, e que desde 2009 conta com edições na Europa, onde já passou por duas cidades na França, Estrasburgo e Mulhouse, conta com diversos expositores que cobram preços que vão desde R$ 2 (Bohemia) até R$ 50 (a famosa e tão falada Deus) por uma tulipa de 200ml dos mais de 600 rótulos em exposição.

20131114_181744

Não tem mistério. Na entrada você ganha o seu copo e de lá vá direto comprar fichas para poder começar a beber. Aí é só se jogar no espaçoso local onde os stands foram montados. Na parte externa, me chamou atenção uma mesa de totó e outra de sinuca. Ideia muito bacana.

20131114_181729 20131114_192436

Bebi muita coisa interessante como por exemplo as IPAS, meu estilo favorito, da Bodebrown. A Perigosa é um espetáculo (R$ 5 a tulipa). A Cacau IPA já não curti tanto. Além disso, a Kombi da cervejaria de onde saem as torneiras é um show.

20131114_194417 20131114_183912

Outras bem legais foram as da Wals. A quadrupel deu um show (R$ 7), assim como a IPA da Júpiter (R$ 8). Uma que me surpreendeu também foi a Jeffrey, cervejaria carioca que conta com um único rótulo. Trata-se de uma Witbier extremamente leve e refrescante que tem em sua composição limão e coentro (R$ 7). Demais mesmo.

20131114_210304

Agora um outro show dá o stand do Armazem do Nono. É lá que você vai encontrar uma extensa lista de cervejas importadas. As nacionais não estão lá. Na mesma noite rezei com a Deus e desci para o inferno com a belga Diabolici. Prefiro o céu! Conheci também a Gordon Finest Titanium com incríveis 14% de álcool e um forte aroma de whisky em função do malte e um sabor levemente adocicado. Definitivamente não é a cerveja para você beber em um churrasco.

20131114_203040 20131114_200635

Para comer algumas boas atrações. A Adega do Pimenta oferece Currywurst (R$ 25), salsichão com salada de batata e chucrute (R$ 25) e cachorro quente (R$ 20). Tem também Brasserie Ameno e Aconchego Carioca. Gastronomia, por sinal, é tema também da outra grande atração do evento: diversos workshops que são pagos a parte para entender melhor a cultura cervejeira. As informações todas de preços, como comprar ingressos e tudo mais você confere no site oficial do evento.

20131114_181720

Resumindo, como disse no início, é um parque de diversões. Torço para que tudo dê certo e nossa cidade continue recebendo cada vez mais e mais eventos como esse. Os boêmios agradecem. E vá de taxi!

Dúvidas ou considerações é só deixar no comentário ou mandar via Twitter ou Instagram (@GastroEsporte), ou melhor ainda, vai lá na página do Facebook e escreve por lá! Beijos e abraços em todos!

A quarta dos sanduíches no Da Gema. Belo hambúrguer e um Bolovo inesquecível.

Já havia falado rapidamente sobre o Da Gema na época do Comida di buteco. Sou fã incondicional da casa comandada pelos sempre muito simpáticos Luiza e Leandro. A dupla criou um dos melhores cardápios de botequim que se encontra hoje pela cidade. Mas inquietos que são, lançaram recentemente dois dias temáticos. Na terça, relembram petiscos clássicos de bares tendo destaque absoluto para uma coxinha de galinha inesquecível e já tão falada e badalada. Mas a outra novidade acontece todas as quartas-feiras com sanduíches remodelados e um bolovo que fico salivando só de lembrar.

Não vou nem perder meu tempo com a decoração que exalta as criações da dupla e também o Rio de Janeiro. Nem ao criativo Samba da Gema, composto pelo amigo e um dos maiores gourmets da cidade Gabriel da Muda. Vamos ao que interessa: comida e bebida. Além das tradicionais Brahma, Antártica, Original e Heineken, o Da Gema agora conta com algumas artesanais brasileiras. Fã incondicional de IPA que sou, bebi uma Schornstein (R$ 25).

20131113_212651 20131113_212718 20131113_222903

O bolovo. Esqueça o que você tem na cabeça. Nada daquela massa pesada e do ovo cozido e duro no meio. Aqui ele vem envolto simplesmente por uma carne picada na ponta da faca com ervas aromáticas como alecrim e com o ovo no meio ainda com a gema mole (R$ 10). Tudo isso coroado por um molho de mostarda com mel que se mistura com a gema. Absurdo. De verdade, um absurdo. Um show de contrastes.

20131113_220443

Dele parti para o cachorro quente (R$ 16). O pão estava mole demais, mas a linguicinha mineira assada é especial. Além disso, o molho caseiro a base de tomate e pimentões vermelho e amarelo estava muito saboroso. E o sanduba ainda vem acompanhado de um belíssimo molho bérnaise.

20131113_223824

Saem as linguiças e o pão comprido para o hambúrguer e seu pão redondo (R$ 18). O cardápio diz peito, mas a cozinha alterou a receita e agora usa fraldinha. Aqui, a carne novamente picada na ponta da faca (como deve ser este tipo de hambúrguer sem maiores temperos – lembra deste post?). Desta maneira o sanduíche ganha em textura e sabor, já que leva em sua composição apenas sal e pimenta.

A carne veio mal passada, outra vez como tem de ser, e coroada por queijo e uma compota de berinjela. Olhando pensei que fosse cebola roxa, mas o processo de criação do prato terminou com esta cor que acaba te enganando. Um sabor excelente, meio adocicado e ácido ao mesmo tempo. Demais. As batatas que acompanham são largas e vieram quentinhas. O molho é o mesmo bérnaise do dogão.

20131113_222210

Nas quartas-feiras ainda rola um sanduba de carne assada com geleia de pimenta caseira. Mas não sobrou espaço para provar. E no fim, antes da conta, o amigo Brunet pediu um dos meus pratos favoritos na casa: Polentinha com Rabada. Tive de roubar uma e coroar uma noite maravilhosa. Agradeça aos santos que fazem a proteção da casa e volte sempre. Vida longa ao Da Gema!

20131113_235307

20131113_222910

Da Gema
– Rua Barão de Mesquita, 615 – lojas C e D, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ -(21) 2208-9414
Terça e quarta, das 17h à meia-noite; Quinta, das 17h à 1h; Sex, das 15h às 2h; Sábado, do meio-dia às 4h; Domingo, do meio-dia às 22h

Dúvidas ou considerações é só deixar no comentário ou mandar via Twitter ou Instagram (@GastroEsporte), ou melhor ainda, vai lá na página do Facebook e escreve por lá! Beijos e abraços em todos!

Beer Experience: 500 rótulos de cerveja na Leopoldina, um verdadeiro parque de diversões para os boêmios!

Os aromas vão ser os mais variados possíveis. Desde a suavidade das pilsens, passando pelo defumado das rauchbiers, o frutado das IPAs chegando até ao torrado das Stouts. O fundamental é: tem para todos os gostos possíveis. E o melhor, reunidos em um só lugar pela primeira vez no Rio de Janeiro após três edições de sucesso do evento em São Paulo. Estamos falando do Beer Experience, que acontece nesta sexta e sábado, dias 4 e 5 de outubro. Serão 30 expositores com mais de 500 rótulos de cervejas artesanais nacionais e importadas na Estação Leopoldina. De quebra ainda terão dois shows: Seu Jorge na sexta e Teresa Cristina no sábado (aí sim!).

beer-experience

Preços vão de R$ 40 a R$ 150 (Lounge VIP com chope Karavelle e comidinhas liberados). Os detalhes de onde comprar e dos demais preços você confere clicando no site oficial do evento. A entrada dá direito de cara a um chope da Brooklyn, cervejaria americana excelente. E lá dentro tudo é um verdadeiro parque de diversões. Com cervejas a partir de R$ 3, você pode fazer uma autêntica viagem pelo Brasil e pelo mundo.

Brooklynbrewery

Cervejarias nacionais de sucesso como a Coruja, Way, Dama, Colorado, Wals, Invicta, Backer, entre muitas outras estarão com stands comercializando os seus rótulos. Da mesma maneira que gringas como Estrella Damm, a própria Brooklyn, Harviestoun, Best, Magners, Affligen, entre outras vão pintar por lá. Uma festa para quem gosta.

Para comer terão opções que combinam com os mais variados tipos, segundo a produção, vendidos a preços populares. O evento conta ainda com uma loja para quem quiser levar alguma para beber em casa, além de copos, canecas e demais produtos relacionados ao mundo da cerveja.

20130426_144029

Portanto, a dica é uma só. Tome um Omeprazol, Sal de Frutas ou o que você achar melhor para dar aquela protegida no estômago e caia dentro do mundo das cervejas. E nos esbarramos por lá! No fim, como diria o meste Homer Simpson, a solução, mesmo que temporária é uma só! Até!

simpsons_beer_temporary

Beer Experience 2013
Estação Leopoldina – Rua Francisco Bicalho, 0, São Cristóvão
4 de outubro (sexta-feira), das 18h às 2h;
5 de outubro (sábado), das 14h às 2 horas;
Os shows começam às 23h.