Arquivo da tag: Detox

Kibe Cru de Salmão: opção saudável e fácil de fazer para um dia a dia mais leve!

Está certo. Confesso que não sou o maior fã da alimentação saudável, apesar de comer saladas diariamente. Mas na hora de ir para os fogões, lá estão os molhos, manteigas, uma ou outra fritura… Então resolvi ir em busca de algo mais light, afinal de contas, de vez em quando é bom segurar a onda e pegar leve. Folheando algumas revistas em busca de inspiração, achei uma receita muito interessante na “Estação Zona Sul”: Kibe cru de salmão, feito pelo pessoal do Bar do Horto.

20140401_170252

Mas, abusado do jeito que sou, resolvi acrescentar uma ou outra coisinha. Então vamos aos ingredientes. Você vai precisar de:

– 200g de trigo para quibe
– 200ml de água fervendo para hidratar o trigo
– 200g de salmão fresco picado na ponta da faca
– 1 colher de sopa de alho poró picadinho
– 1 colher de sopa de cebola roxa picadinha
– Hortelã picada ao seu gosto
– Sal e pimenta do reino

Para o molho:

– 170ml de iogurte natural
– 150ml de creme de leite sem soro
– Raspas de limão siciliano
– Suco de meio limão siciliano
– 3 colheres de sopa de azeite
– Sal e pimenta do reino
– Hortelã picada ao seu gosto

O primeiro passo é hidratar o trigo para o quibe. Basta jogar a água fervendo e esperar dez minutos. Passado o tempo, solte com o garfo e leve a geladeira para esfriar.

20140401_132714

Em seguida adiante seu molho, que serve perfeitamente para saladas ou até mesmo grelhados. Para isso, basta misturar bem todos os ingredientes e deixar na geladeira até a hora de servir.

20140401_134401

Chegou a hora do trabalho com faca. Afie bem e se prepare para picar. Tudo tem de ficar miudinho para conferir delicadeza ao prato. Faça isso com o poró, o salmão, a cebola e a hortelã.

20140401_133148

Cansou de picar? Tome um gole da sua cerveja que já está acabando o trabalho. Opa! Cerveja?! Digo, um gole do seu suco verde detox! E misture bem todos os ingredientes: trigo, salmão, poró e cebola. Tempere com sal, pimenta, hortelã, um pouquinho de suco de limão e azeite. E sirva com o seu molho refrescante! Light, saudável e muito saboroso.

20140401_140058 20140401_170301

Mas sempre há uma opção para quem quiser dar uma quebrada no clima leve. Molde seu quibe no formato de hambúrguer e grelhe com um fio de azeite em uma frigideira bem quente. Formou uma crosta? Vire, frite por mais dois minutos e coma com o molho. Delicia também!

20140401_170936

Deixando as brincadeiras de lado, qualquer prato pode ser extremamente saboroso se você se dedicar e buscar os melhores temperos. Em nenhum lugar do mundo esta combinação tem como sair errado. Não digo para abandonar a lactose, o bacon e o glúten. O mundo é feliz com esse trio. Mas se pudermos empurrar com a barriga (sim, com trocadilho), pelo menos até o fim de semana, já ajuda. Até a próxima!

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)!

Ressaca da Folia? Agora que o ano ‘começou’, uma receita leve: Truta assada com Manteiga de Ervas.

A piada é batida, mas no fundo todo mundo pensa nela e vai além: acaba fazendo algo a respeito. Afinal de contas, temos duas épocas em que você acorda, relembra dos excessos e pensa: “agora o ano começou e vou mudar meus hábitos”. A primeira é obviamente o dia 2 de janeiro, depois de comer sem parar no Natal e beber os 300 chopes de fim de ano além da noite da virada. Já a segunda é justamente agora: o pós carnaval. Pode confessar: o que você bebeu nos dias de folia, blocos e duas “piriguetes” geladas por R$ 5 não foi brincadeira.

“Mas isso acabou. Agora é foco total, alimentação melhor e pelo menos um mês aí sem beber cerveja para limpar o organismo”. Já que todos pensamos assim, vamos com uma receita bem leve para ajudar: Filé de truta com manteiga de ervas. Ah? Manteiga?! Mas não era Rehab? Vamos com calma, não é? Se for radical demais você surta de vez!

20140107_122545

 

Você vai precisar de:
1 filé de truta (pode ser feito com outro peixe cortado em filé, mas usei a Truta que trouxe de Mauá)
1 cebola média em rodelas
3 rodelas de limão
50ml de vinho branco
Sal e Pimenta do Reino

Para a manteiga:
2 colheres de sopa de manteiga
Ervas frescas de sua preferência (usei salsa, tomilho e alecrim)

A truta que comprei já veio limpinha e aberta, só com a pele e o rabo. Tempere ela com sal, pimenta e umas gotinhas de limão. Em uma travessa, espalhe as rodelas de cebola e limão para que o peixe não encoste no fundo. Também jogue sal e pimenta, além do vinho branco. A manteiga de ervas você faz misturando as ervas picadas na manteiga amolecida até ficar homogênea.

20140107_114932

20140107_115440

O peixe vai repousar por cima dessa cama. Espalhe a manteiga de ervas e feche a truta de modo que a pele fique por fora e coloque o restante do seu tempero. Aí é forno médio para alto, 210 graus, o tempo suficiente para a pele ficar crocante e o peixe suculento por dentro.

20140107_115928 20140107_120109 20140107_122124

Na onda do Detox, que aliás já inspirou esse belo Gazpacho que você relembra aqui, o peixinho foi servido com uma saladinha fresca de alface e tomate temperada com o próprio molho, que ganhou um toque adocicado da cebola e do limão assados. Leve e perfeito. E Feliz Ano Novo!

20140107_122538

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Na onda do ‘detox’, um Gazpacho diferente e leve para amenizar os excessos de 2013!

É senso comum dizer que o ano de fato começa a partir da segunda semana de janeiro. Todos lembram dos inúmeros chopes e vinhos de fim de ano, da comilança do Natal e do Reveillon com peso na consciência. E começam a comer saladas, sopas, produtos “detox”… Não sou adepto dessas práticas, mas vou ajudar os que isso desejam. A dica é uma versão bem modificada, mas simplesmente espetacular do tradicional Gazpacho.

20131227_230929

A sopa de origem espanhola leva tradicionalmente pelo menos quatro ingredientes: pão, tomate, pepino e pimentão vermelho, e geralmente todos crus. E é servida gelada. Mas aprendi com o amigo Beto uma alternativa muito interessante. Aqui o pepino e o pão (na preparação) são descartados. Além disso, os ingredientes vão para a panela. Então chega de falar e vamos a eles:

2 pimentões vermelhos
6 tomates médios sem pele
2 cebolas picadas
1 alho poró picado
2 colheres de chá de páprica picante
1 colher de chá de cominho
1 litro de caldo de frango ou legumes
Ervas a gosto (usei louro, alecrim e tomilho inteiros e descartei no fim)
Sal e pimenta do reino
Croutons e Azeite para finalizar

Vamos primeiro ao pré preparo. É necessário assar e descascar os pimentões. Para fazer isso, e conseguir o gostinho defumado e adocicado, basta queimá-los na boca do fogão. E a ideia é deixar preto mesmo. Sem medo! Feito isso, coloque-os imediatamente em um saco plástico, feche e deixe lá cinco minutos. Ao abrir, basta raspar a pele queimada e descartar as sementes. Depois pique em cubos e reserve.

20131226_215638 20131226_215945 20131226_222233

Agora é a vez dos tomates. Para tirar a pele, faça um X na bunda deles e jogue em água fervente. Dois minutos depois jogue-os em uma tigela com água gelada para interromper o cozimento. Feito isso, descasque a partir do X, pique e reserve.

20131226_220057

Pronto, agora é só começar. Esquente azeite em uma panela e refogue pacientemente em fogo baixo a cebola e o alho poró. Quando murchar, entre com sal, pimenta, páprica e cominho. Refogue mais um pouco e coloque o pimentão, as ervas e o tomate. Siga refogando, aqui vale aumentar um pouco o fogo, para que os sabores fiquem apurados.

20131226_221045 20131226_221425 20131226_222754

Entre com o caldo de frango já previamente aquecido, deixe ferver, diminua o fogo para o mínimo e esqueça a panela entre 20 e 30 minutos. Deixe a chama baixa fazer o seu papel. Os sabores vão se concentrar e o cheiro que vai subir pela sua cozinha será brincadeira.

20131226_223337 20131226_235331

Passado o tempo, desligue o fogo, descarte as ervas e vamos para o liquidificador. Bata a sopa inteira até tudo ficar homogêneo, um creme de cor laranja. Leve para a geladeira e deixe de um dia para o outro. O ideal é servir apenas no dia seguinte. Assim tudo ficará ainda mais concentrado.

20131226_235956

Sirva gelado, em pequenos potes com um fio de um bom azeite extra-virgem e croutons para dar textura. Espetacular, levinho, muito light e perfeito para quem está se sentindo mal com tudo que comeu no fim de 2013. E os que quiserem podem até chamar de Detox!

20131227_230929

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!