Arquivo da tag: Da Gema

Pimenta caseira: saborosa, picante e mole mole de fazer!

Em botequins, restaurantes, letras de sambas… A boa e velha pimenta é figurinha carimbada em qualquer lugar. Com seus óleos e aromas, tempera e esquenta qualquer prato, dando, em alguns casos, a boa e velha suadeira. Então, com as dicas preciosas do amigo Leandro do Bar Da Gema, do qual nem preciso lembra que sou fã incondicional, fui ao Cadeg em busca das pequenas notáveis e fiz a minha pimentinha caseira.

20140510_114959

A receita rendeu um vidro, mas você pode fazer nas quantidades que quiser. O importante é seguir os passos direitinho para extrair das pimentas tudo o que você quer!

40 gramas de pimenta malagueta – verde, vermelha, laranja…
2 dedos de moça
1 cebola pequena em fatias
4 dentes de alho em fatias
2 folhas de louro
1 ramo pequeno de alecrim (opcional)
200 ml de azeite (usei o Azal, da importadora Allfood que é uma beleza)

20140510_110623

Em fogo baixo, refogue a cebola e o alho. O objetivo é apenas amolecê-los. Não queremos dourar nada, por isso atenção o tempo todo. Depois de aguns minutos, entre com as pimentas sem os cabinhos, o louro e o alecrim. A dedo de moça, em função do tamanho, cortei em três, mas sem tirar as sementes. Afinal de contas, estamos falando de pimenta!!!

20140510_111553 20140510_112119

Refogue por mais alguns minutos espremendo as pimentas com sua colher de pau. Vá ativando seus poderes e liberando seus aromas. Feito isso, cubra com o azeite, coloque o fogo no mínimo e deixa ela confitar por mais ou menos dez minutos. Ameaçou borbulhar, tire do fogo. Esfriou? Volte.

20140510_112458

Prontinho. Deixe esfriar completamente e coloque em um pote de vidro esterilizado. Nos primeiros dias você terá apenas um azeite aromatizado com uma picância bem leve. Resista à tentação e espere uma semana. Aí sim a brincadeira vai começar a ficar séria. E se você achar que ficou forte demais, basta colocar mais um pouco de azeite e ir equilibrando da maneira que achar melhor. Mas, como diz o mestre João Nogueira, bom mesmo é quando arde e faz chorar a pimenta no vatapá – mas aqui de preferência

20140510_114959

Obs: Fiz essa pimenta há duas semanas. Agora ela está no nível ideal, picante, mas saborsa demais! Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)!

Anúncios

Da Gema, Momo, Varnhagen e Benditho: as primeiras visitas do Comida di Buteco trouxeram alegria e decepção!

O primeiro fim de semana passou! Bastou ver pelas fotos no Instagram, além de comentários em Twitter e Facebook, que a sétima edição carioca do Comida di Buteco já mexeu mesmo com o dia a dia da cidade. E eu encarei meus quatro primeiros em um sábado de maçarico ligado. Ainda faltam muitos e a maratona promete ser longa. Mas vamos em frente que petisco gostoso e cerveja gelada não vão faltar! Abaixo fotos e comentários dos bares na ordem em que foram visitados.

Confira aqui a relação completa dos bares e seus petiscos para o Comida di Buteco

Bar Varnhagen

Este bar é quase uma instituição da cidade. Balcão clássico de vidro, bebidas variadas expostas, pastéis, salgados, cardápio do lado de fora escrito com giz… Mas mais do que a “roupa”, eram as criações e a impecável mão para tempero da simpática Dona Natalina que cativava um público fiel além dos que visitavam de vez em quando. No primeiro ano de Comida di Buteco sem a portuguesa no comando das panelas – ela faleceu no ano passado -, o petisco desenvolvido pela família e equipe do Varnhagen foi o Copa Cubana (R$ 28).

20140412_142307

É uma porção de copa-lombo de porco com banana milanesa e molho a base de maionese. A carne estava macia e bem temperada. A banana crocante por fora e macia por dentro. O molho tinha um tempero interessante. Mas no geral é um petisco comum, sem grandes invencionices.

20140412_143846

Benditho Bar

Acabou se mostrando a grande decepção do dia. O Risotinho dos Deuses (R$ 28) se trata de um arroz de abóbora com carne seca, coalho e couve refogada. A foto de divulgação está muito bonita. Mas ao pedirmos o prato não foi o que encontramos – basta comparar a primeira, que é a minha, com a segunda. O petisco chega no prato em uma forma retangular, coberta por um inexpressivo pedaço de queijo coalho frito. O arroz não tinha sabor de carne seca, que veio frita e insossa por cima. O único sabor presente era o adocicado da abóbora. É preciso ajustar muita coisa para obter algum tipo de destaque.

20140412_152546

1 BendithoBar_ Risotinho_Foto Marcos Pinto (2)

Da Gema

Mais um acerto deste bar que, entra ano e sai ano, está sempre citado entre os favoritos da competição. O Matuto trata-se de uma porção de filé de sobrecoxa de frango ensopado acompanhado de farofa de quiabo (R$ 25). O golaço do Da Gema já começa na apresentação. O prato chega embrulhado em um pano quadriculado com os garfos presos no nó, o que remete a clássica quentinha da roça. Ao desembrulhar, damos de cara com os nacos do frango em molho saboroso que lembra justamente comida de fazenda ou aquele que a mamãe fazia quando criança. E tem ainda o detalhe da pimenta que agora chega em uma latinha.

20140412_162530

Mas o melhor é justamente o acompanhamento. A farofa de quiabo está incrível e possui um show de texturas. A começar pela farinha de milho flocado que já é crocante por si só. Mas o quiabo chega em pedaços e no ponto ideal: sem baba escorrendo e contrastando com o frango macio. Uma beleza!

20140412_162633

Momo

Toninho, que comanda as panelas deste autêntico botequim, montou uma combinação que é simplesmente impossível de dar errado. O seu Farol de Milha (R$ 25), consiste em pedaços de carne assada cobertos com queijo meia cura e ovo caipira frito. Não há muito mais o que dizer. Vai lá ao Momo e seja feliz. Fure a gema incrivelmente saborosa e molhe a torradinha de alho que acompanha o prato na mistura dela com o molho da carne. Demais mesmo.

20140412_172505

 

E aproveite para provar o petisco que ele colocou no concurso paralelo do Doritos: costela desfiada coberta com creme de aipim e queijo parmesão. Uma beleza!

20140412_174106

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima e vamos em frente nos balcões da cidade.

Vai ser dada a largada para o Comida di Buteco 2014! Confira todos os petiscos e botecos participantes!

Vai ser dada a largada! Ao longo do próximo mês, o Rio de Janeiro respira e vive o ambiente e a atmosfera dos botequins. Afinal de contas, a partir desta sexta-feira até o próximo dia 11 de maio começa a mais nova edição do Comida di Buteco, concurso que completa 15 anos devida, sendo sete destes na nossa cidade.

Desta vez o tema é livre e a criatividade aflorou em muitos dos 31 botequins selecionados. São seis estreantes: Opus, Bar do Omar, Bar da Frente, Tia Leleta, Sobral da Serra além do Café e Bar Super Guanabara.

Portanto, sem mais delongas e divididos por regiões da cidade, confira abaixo todos os participantes do Comida di Buteco 2014. Saúde, bons votos, bons petiscos e, quem sabe, nos esbarramos pelos balcões! Ah! E farei ao longo do concurso boletins do que já provei dando a minha opinião! Acompanhe a farra também pelo Instagram (@GastroEsporte). Até!

– Zona Sul ( Leme, Copacabana, Flamengo e Laranjeiras)

Bar do Baiano
Rua Euclides da Rocha, 546, loja A – Morro dos Cabritos/Tabajara – Copacabana. Tel.: (21) 9258-5636 / 8399-8090 – Terça a Sexta: 11h à 0h / Domingo: 11 às 22h
Delícias do mar: Siri, lula, filé de peixe, mexilhão, camarão coberto com parmesão gratinado (R$ 25).

1 PointLanches_ DeliciasDo Mar_Foto Marcos Pinto (13)

Galeto Sat’s
Rua Barata Ribeiro, 7 – Loja D – Copacabana. Tel.: (21) 2275-6197 / 2543-8841. Segunda a Segunda: 12h à 04h
Sat’s em Campo: Pirão de queijo com coco sobre cama de carne de seca desfiada. Acompanha torradas (R$ 25)

1 GaletoSats_SatsEmCampo_ Foto Marcos Pinto  (18)

Bar do David
Ladeira Ari Barroso, 66 – Loja 3 – Chapéu Mangueira – Leme. Tel.: (21) 7808-2200. Terça a Domingo e feriado: 12h às 20h
Dubai Carioca: Uma porção de bolinhos com oito unidades de saborosa massa de arroz com sardinha (R$ 24,90)

1 Do David_DubaiCarioca_ Foto Marcos Pinto   (5)

Adega Pérola
Rua Siqueira Campos, 138 – A – Copacabana. Tel.: (21) 2255-9425. Segunda a Sábado: 11h à 00h
Buraco Quente: Um pão de sacadura recheado com catupiry, e picanha suína grelhada temperada com ervas finas (R$ 20).

1 AdegaPerola_BuracoQuente_ Foto Marcos Pinto  (44)

Caldo Beleza
Rua Senador Vergueiro, 238 – Loja C – Flamengo. Tel.: (21) 2554-4841. Segunda a Sábado: 17h à 00h / Domingo: 13h as 21h.
Dois em um: Uma porção de pastel com recheio de pirarucu com banana da terra, acompanha vinagrete de mexilhão (R$ 35).

1 CaldoBeleza_ Pirarucu e Banana_Foto Marcos Pinto (21)

Baixo Gago
Rua Gago Coutinho, 51 – Loja – Laranjeiras. Tel.: (21) 2556-0638. Seg. a Sáb.10h às 00h / Dom. 10h às 18h
Arrumadinho do Baixo Gago: Deliciosa carne de sol fatiada com feijão verde acompanhada de farofa amarela e molho especial de ervas finas (R$ 39,90)

1 BaixoGago_ArrumadinhoBxGago_ Foto Marcos Pinto  (14)

Palhinha
Rua Humaitá, 12 – Loja C – Humaitá. Tel.: (21) 2539-5709. Segunda a Segunda: 12h à 00h.
Sabor Brazuca: Uma porção de filé aperitivo servido com molho cury e ervas, drumete de frango marinado na cerveja empanado com nozes e ovos de codorna (R$ 29,90).

1 Palhinha_Brazuca_ Foto Marcos Pinto   (33)

Botero
Rua das Laranjeiras, 90 Box 11 a 13 ( Mercado São José das Artes ) – Laranjeiras. Tel.: (21)3235-6314. Segunda: 12h à 20h / Terça a Sábado das 12 hs à 23:30h / Dom: 13h às 18h
Croque meu Sinhô: Versão brasileira do sanduíche francês. Mortadela e queijos acompanhada de pasta de grão de bico (R$ 26).

1 Botero_CrocMeuSinho_ Foto Marcos Pinto (1)

– Tijuca ( Praça da Bandeira)

Bar da Gema
Rua Barão de Mesquita, 615 – loja C e D – Tijuca. Tel.: (21) 35490857. Segunda a Sábado: 10h às 00h / Domingo: 10h às 18h
Matuto: Uma porção de cubos de frango acompanhado de farofa de quiabo de milho flocado (R$ 25).

1 DaGema_ Matuto_Foto Marcos Pinto   (40)

Bar do Momo
Rua General Espirito Santo Cardoso, 50 – Loja A – Tijuca. Tel.: (21) 2570-9389. Seg. a Sáb. 14h às 22h / Dom. e feriado: 10h às 18h
Farol de Milha: Uma porção de filé de lagarto recheado com linguiça, intercalado por queijo meia cura, servido com torradas de alho (R$ 25) – atenção só aceita dinheiro para pagamento.

1 Momo_FaroldeMilha_ Foto Marcos Pinto  (9)

Mani & Oca
Rua Joaquim Palhares, 513 –Loja A – Praça da Bandeira. Tel.: (21) 2293-5548 / 35761127. Segunda e feriado: 12h as 18h / Terça a Quinta: 12h às 21h / Sexta e Sábado: 12h à 23h
Vem ni mim que te levanto: Irresistível encontro da queda com o levante. Caldos boqueteiros: mocotó, ossobuco com abóbora e frutos do mar com chips de mandioca e cachaça de tangerina (R$ 28).

1 Mani Oca_ VemQueTeLevanto_Foto Marcos Pinto (49)

Bar da Frente
Rua Barão de Iguatemi, 388 Lj 1. Tel.: (21) 25020176. Terça à Sábado: 12h às 22h / Domingo: 12h às 16h (segunda não abre)
Porquinho de Quimono: Uma porção com seis unidades de massa harumaki recheada com costelinha suína defumada e requeijão de ervas, acompanhada com molho agridoce (R$ 24).

1 Da Frente_PorquinhoQuimono_ Foto Marcos Pinto   (4)

Bar Varnhargem
Praça Varnhagen, 14 – A – Maracanã. Tel.: (21) 2254-3062. Terça a Sexta: 10h às 19h / Sábado, Domingo e Feriado: 11:30h às 17h
Copa Cubana: Copa Lombo de porco, acompanhada de banana à milanesa frita (R$ 28).

1 Vanhargem_Copa Cubana _ Foto Marcos Pinto  (25)

Benditho Bar
Rua Baltazar Lisboa, 47 – Lojas A e B – Vila Isabel. Tel.: (21) 2208-2346. Terça a Sexta: 17h à 00h / Sábado: 13h às 01h / Domingo: 13h à 23h
Risotinho dos Deuses: Risoto de carne seca com queijo coalho, abóbora e a tradicional couve refogada (R$ 24).

1 BendithoBar_ Risotinho_Foto Marcos Pinto (2)

Café e Bar Super Guanabara
Rua Conde de Bonfim, 35 Lj 11 e 12 – Tijuca. Tel.: (21) 25685110. Segunda à Sexta: 06h às 00h.
Costelinha Brasileira: Porção de costelinha suína acompanhado do saboroso molho de abacaxi com hortelã (R$ 26).

1 Guanabara_CostelinhaBrasileira_Foto Marcos Pinto (11)

– Centro, Lapa e Santa Teresa

Imaculada
Ladeira João Homem, 7 – Morro da Conceição/Centro. Tel.: (21) 2253-3999. Segunda a Sábado: 11h às 21h
Ressucita-me: Caldinho de abobora com camarão e gengibre (R$ 18,50).

1 Imaculada_Ressussitame_ Foto Marcos Pinto  (8)

Antigamente
Rua do Ouvidor, 43 – Centro. Tel.: (21) 2507-5040. Seg. a Sexta: 11h30 às 22h30 / Sáb.: 11h30 às 18h
Me enrolei na sua costela: Porção com duas unidades de canudo de massa caseira recheada com costela bovina, provolone e alho poró (R$ 15,90).

1 Antigamente_EnroladinhoDeCostela_ Foto Marcos Pinto (19)

Angu do Gomes
Rua São Francisco da Prainha, 03 – Saúde. Tel.:(21) 2233-4561. Segunda a Quinta: 11h às 23h / Sexta-feira: 11h às 02h / Sábado: 11h às 17h
Churros do Gomes: Uma porção com três unidades de churros salgado de agrião com recheio de costela bovina e farofa salgada, acompanha molho (R$ 15).

1-AnguDoGomes_ChurrosDoGomes_-Marcos-Pinto-11

Boteco Carioquinha
Av. Gomes Freire, 822 – Lapa. Tel.: (21) (21) 2252-3025. Dom. a Quinta: 12h à 01h / Sexta e Sáb. 12h às 02h
Agora é a vez da rosca: Tradicional biscoito de polvilho praiano agora está na mesa, acompanhado de carne seca e um tempero especial da casa (R$ 24,90)

1 Carioquinha_ AgoraERosca_Foto Marcos Pinto (6)

Gracioso
Rua Sacadura Cabral, 97 – Centro. Tel.: (21) 22635028. Segunda a Sexta 11h as 00h / Não abre sáb. e dom.
Du calhau: Porção bolinho de bacalhau bem brasileiro, feito com aipim e com recheio farto de bacalhau (R$ 20).

1 Gracioso_ DuCalhau_Foto Marcos Pinto (15)

Opus
Rua Gonçalves Dias, 80 – Centro. Tel.: (21) 2252-0604. Segunda a Sexta: 10h às 18h.
Flor de Opus: Mix das melhores carnes e queijos servidos em nossa casa: pernil, carne assada, calabresa, gorgonzola e parmesão (R$ 28).

1 Opus_FlorDeOpus_ Foto Marcos Pinto  (39)

– Zona Norte

Original do Brás
Rua Guaporé, 680 – Lojas A e B – Brás de Pina. Tel.: (21) 3866-1313. Terça a Quinta: 16h às 23h / Sexta e Sábado: 14h30 às 23:30 / Domingo: 13h às 17h
Agnus Dai e seus amigos: Kafta de carne de cordeiro, kafta de carne bovina com linguiça calabresa e Kafta de carne suína acompanhadas de molhos especiais (R$ 30).

1 OriginalDoBras_AgnusDaiEAmigos_ Foto Marcos Pinto  (7)

Cachambeer
Endereço: Rua Cachambi, 475 – Lojas A e B – Cachambi. Tel.: (21) 3597-2002. Terça a Sexta: 17h à 00h / Sábado: 12h à 00h / Domingo e feriado: 12h às 18h
Olha a marra do Porquinho!: Pancetta italiana servida em cubo com o auxilio luxuoso do alho assado no azeite com ervas, e dos molhos de mostarda com mel, e limão com abacaxi (R$ 36,90).

1-Cachambeer_MarraDoPorquinho_-Foto-Marcos-Pinto-12

Bar da Portuguesa
Rua Custódio Nunes, 155 – Loja D – Ramos. Tel.: (21) 2260-8979. Terça a Quinta: 17h às 22h / Sexta: 17h às 23h / Sábado: 11h às 18h / Domingo: 10h às 16h
Trio Ternura: Um prato com três risoles nos sabores de bacalhau, siri e costela de porco. (R$ 18).

1-Portuguesa_TrioTernura_-Foto-Marcos-Pinto-16

Sobral da Serra
Rua Carolina Machado, 1058 – Oswaldo Cruz. Tel.: (21) 33904199. Dom. à Quinta: 12h às 16h / Sexta e Sáb.:12h as 21h
Bacalhau um terço: Pedaços de bacalhau acompanhados de batatas em cubinho (R$ 29).

1 SobralDaSerra_BacalhauUmTerco_ Foto Marcos Pinto (12)

Bar do Omar
Rua Sara, 114 – Santo Cristo / Morro do Pinto. Tel.: (21) 2518-3881 / 2223-7424. Terça a Sexta: 11:30h as 23h / Sáb.: 11h as 23:30h / Dom. e feriado: 11h as 22h.
Omaravilha!: Uma porção de picanha Suína, linguiça de porco e queijo coalho acompanhada de delicioso pão de alho (R$ 29).

1 Do Omar_CasadinhoDePorco_ Foto Marcos Pinto  (5)

– Ilha do Governador

Bar do Camarão
Rua Antônio Sales, 04 – Colônia de Pescadores Z-10 – Ilha do Governador. Tel.: 3472-3973. Quarta, Quinta e Sexta: 17h às 23h / Sábado: 13h às 23h / Domingo: 12h às 18h
Rei do Mangue: Uma porção de pata de caranguejo servido na batata acompanhada de geleia de pimenta e molho de parmesão (R$ 25).

1 Camarao_Pata Carangueijo_ Foto Marcos Pinto   (23)

Pontapé Beach
Praia da Ribeira, 63 – Ribeira – Ilha do Governador. Tel.: (21) 3495-2285. Terça a Sexta: 18h à 00h / Sábado: 12h à 00h / Domingo: 12h às 17h.
Pontapé Inicial: Três bolinhos de arroz a milanesa acompanhada de camarão e catupiry (R$ 15).

1 PontapeBeach_PontapeInicial_Foto Marcos Pinto (5)

– Zona Oeste ( Jacarepaguá)

Baixo Araguaia
Rua Araguaia, 1709 – Freguesia – Jacarepaguá. Tel.: (21) 3392-3760. Segunda a Sexta: 18h à 00h / Sábado: 12h à 01h / Domingo e feriados: 12h as 23h30.
Galeto Bebibebum: São 250 gramas de carne tenra de galetinho baby Xuca, marinado na cerveja servido com batata palha, tomate, salsa e farofa da casa (R$ 25).

1-BaixoAraguaia_GaletoBeibibebum_-Foto-Marcos-Pinto-21

Nordestino Carioca
Av. Sargento Carlos Argemiro Camargo, 49 – Anil – Jacarepaguá ( GPS: canal do anil, 49) Tel.: (21) 3412-3353. Terça a Quinta: 12h às 21h / Sexta e Sáb.: 12h às 23h / Dom. e Feriado: 12h às 17h
Bolão de Dois: Porção de almôndega de carne bovina, recheada com queijo coalho (R$ 27).

1 NordestinoCarioca_Bolao de Dois _ Foto Marcos Pinto  (19)

– Paquetá

Tia Leleta
Rua Doutor Lacerda, 18 Loja – Ilha de Paquetá. Tel.: (21) 33970656. Terça à Domingo: 10h às 23hs (Segunda não abre).
Pérola da Guanabara: Bolinho de siri acompanhado de molho de pimenta especial (R$ 4).

CdB_PerolaGuanabara

 

De Claude Troisgros para Luiza e Leandro: palestra com o francês e a inigualável coxinha de terça do Da Gema!

A noite de terça-feira começou com alta gastronomia nas palavras. Em palestra promovida pela Aliança Francesa da Tijuca e aberta ao público, Claude Troisgros falou sobre a história de sua família que foi uma das precursoras da Nouvelle Cuisine. De lá, chegou até o dia em que desembarcou no Rio de Janeiro onde fincou raiz e construiu um legado sólido que faz jus ao sobrenome que carrega. Distribuiu a simpatia que lhe é peculiar, mostrou que o francês está enferrujado arrancando risadas e aplausos em mais de uma hora de conversa.

20140325_190637

Mas o papo naturalmente deixou todos os presentes com fome. Afinal de contas, era foie gras pra cá, tacacá pra lá, mostrando como as gastronomias francesa e brasileira estão presentes no coração de Claude. E em uma terça-feira na Tijuca o destino só pode ser um: Da Gema. Afinal de contas, é apenas neste dia que você consegue comer a melhor coxinha de galinha do mundo (R$ 4,50)!

Por que eu digo isso? Sempre gostei de coxinha. E sou daqueles que vira o salgado de cabeça pra baixo e começa a comer, sem qualquer trocadilho, pela bunda onde o recheio se concentra. Quando chego no biquinho onde a massa se concentra, costumo jogar fora. Luiza e Leandro, que criaram essa maravilha e as demais que são servidas pro lá, desenvolveram uma massa que é tão gostosa quanto o farto e bem temperado recheio. Leve e saborosa, a massa é a estrela para mim. E só nas terças-feiras!

20140325_221027

Mas nem só de Coxinha vive o Da Gema (quarta também é dia temático e eu já falei por aqui). Figura carimbada no Comida di Buteco, concurso que, por sinal, começa mês que vem, o bar tem criações criativas e deliciosas. O Pastel de Feijão Gordo (R$ 4,50), por exemplo, é um absurdo. O recheio é uma verdadeira feijoada rica, farta e repleta de carnes saborosas. Demais mesmo.

20140325_213738

Do pastel para o Atoleiro Carioca (R$ 25), para mim, apesar de não vencedor, o melhor petisco do Da Gema para o concurso. Nacos e peito bovino e linguiça de porco com aipim que chega macio em seu molho de cozimento. Clássica comida caseira. Por cima um surpreendente e delicioso pesto de agrião. O pão que rodeia o prato é perfeito para sugar o molho que fica na panelinha.

20140215_144828

Outro clássico é a Rabadinha com Polenta (R$ 25). Nacos crocantes de polenta frita coroadas como reis por rabada saborosa e bem temperada. Precisa mesmo dizer como isso é gostoso?

20140215_153707

Teve tempo ainda para o Pela Égua (R$ 13). Canjiquinha com queijo coberta por couve e pelo molho de linguiça da casa que entra em outros petiscos como o Tricolor, outra belíssima pedida por lá.

20140215_145433

A única derrapada do Da Gema costuma ser a demora nos pedidos. A cozinha é pequena e faz tudo na hora, o que em certos momentos gera essa espera. É, claro, algo que não é o ideal. Mas vale a paciência. Quando chega você costuma esquecer. E aproveita. Feita por Claude ou pela Luiza, o que vale é a boa comida!

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Da Gema
– Rua Barão de Mesquita, 615 – lojas C e D, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ -(21) 2208-9414
Terça e quarta, das 17h à meia-noite; Quinta, das 17h à 1h; Sex, das 15h às 1h; Sábado, do meio-dia às 2h; Domingo, do meio-dia às 22h

A quarta dos sanduíches no Da Gema. Belo hambúrguer e um Bolovo inesquecível.

Já havia falado rapidamente sobre o Da Gema na época do Comida di buteco. Sou fã incondicional da casa comandada pelos sempre muito simpáticos Luiza e Leandro. A dupla criou um dos melhores cardápios de botequim que se encontra hoje pela cidade. Mas inquietos que são, lançaram recentemente dois dias temáticos. Na terça, relembram petiscos clássicos de bares tendo destaque absoluto para uma coxinha de galinha inesquecível e já tão falada e badalada. Mas a outra novidade acontece todas as quartas-feiras com sanduíches remodelados e um bolovo que fico salivando só de lembrar.

Não vou nem perder meu tempo com a decoração que exalta as criações da dupla e também o Rio de Janeiro. Nem ao criativo Samba da Gema, composto pelo amigo e um dos maiores gourmets da cidade Gabriel da Muda. Vamos ao que interessa: comida e bebida. Além das tradicionais Brahma, Antártica, Original e Heineken, o Da Gema agora conta com algumas artesanais brasileiras. Fã incondicional de IPA que sou, bebi uma Schornstein (R$ 25).

20131113_212651 20131113_212718 20131113_222903

O bolovo. Esqueça o que você tem na cabeça. Nada daquela massa pesada e do ovo cozido e duro no meio. Aqui ele vem envolto simplesmente por uma carne picada na ponta da faca com ervas aromáticas como alecrim e com o ovo no meio ainda com a gema mole (R$ 10). Tudo isso coroado por um molho de mostarda com mel que se mistura com a gema. Absurdo. De verdade, um absurdo. Um show de contrastes.

20131113_220443

Dele parti para o cachorro quente (R$ 16). O pão estava mole demais, mas a linguicinha mineira assada é especial. Além disso, o molho caseiro a base de tomate e pimentões vermelho e amarelo estava muito saboroso. E o sanduba ainda vem acompanhado de um belíssimo molho bérnaise.

20131113_223824

Saem as linguiças e o pão comprido para o hambúrguer e seu pão redondo (R$ 18). O cardápio diz peito, mas a cozinha alterou a receita e agora usa fraldinha. Aqui, a carne novamente picada na ponta da faca (como deve ser este tipo de hambúrguer sem maiores temperos – lembra deste post?). Desta maneira o sanduíche ganha em textura e sabor, já que leva em sua composição apenas sal e pimenta.

A carne veio mal passada, outra vez como tem de ser, e coroada por queijo e uma compota de berinjela. Olhando pensei que fosse cebola roxa, mas o processo de criação do prato terminou com esta cor que acaba te enganando. Um sabor excelente, meio adocicado e ácido ao mesmo tempo. Demais. As batatas que acompanham são largas e vieram quentinhas. O molho é o mesmo bérnaise do dogão.

20131113_222210

Nas quartas-feiras ainda rola um sanduba de carne assada com geleia de pimenta caseira. Mas não sobrou espaço para provar. E no fim, antes da conta, o amigo Brunet pediu um dos meus pratos favoritos na casa: Polentinha com Rabada. Tive de roubar uma e coroar uma noite maravilhosa. Agradeça aos santos que fazem a proteção da casa e volte sempre. Vida longa ao Da Gema!

20131113_235307

20131113_222910

Da Gema
– Rua Barão de Mesquita, 615 – lojas C e D, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ -(21) 2208-9414
Terça e quarta, das 17h à meia-noite; Quinta, das 17h à 1h; Sex, das 15h às 2h; Sábado, do meio-dia às 4h; Domingo, do meio-dia às 22h

Dúvidas ou considerações é só deixar no comentário ou mandar via Twitter ou Instagram (@GastroEsporte), ou melhor ainda, vai lá na página do Facebook e escreve por lá! Beijos e abraços em todos!

Comida di Buteco: os três últimos. Da Gema virou meu favorito e estreante pisa feio na bola!

E continua a peregrinação! Só que, infelizmente, o Comida di Buteco 2013 vai acabar para mim já que embarco ainda esta semana para as minhas férias. Mas antes de cruzar o Atlântico, os últimos pitacos da competição e de todos que eu provei, que você pode conferir clicando aqui e depois aqui, descobri o meu favorito. Após um prato elaborado que não conseguiu me encantar na edição do ano passado, apesar de ter sim um bom sabor, o Da Gema voltou ao simples e fez um petisco que fica na memória.

Dono de resultados empolgantes na competição (já abocanhou um título, um vice e também uma conquista no petisco Doritos), o Da Gema lançou este ano o Atoleiro Carioca. Trata-se de peito bovino, linguiça e aipim cozidos servidos com pesto de agrião (R$ 24). A diversão já começa pela apresentação. Sobre uma tábua de madeira, o petisco vem servido em uma panelinha que lembram as cocottes francesas acompanhado de dois pãezinhos providenciais para raspar o molho que fica no fundo e uma pimenta bem temperada.

A carne estava macia e com tempero perfeito. O aipim bem cozido e a linguiça saborosa. Mas a estrela é o surpreendente pesto de agrião de sabor marcante, mas completamente equilibrado. O prato é de uma harmonia incrível. Estava tão gostoso que a mesa com os amigos Pedro Ivo, Luciano Mello e Miguel Caballero repetiu a pedida por duas vezes. Ponto para os talentosos e simpáticos Leandro e Luiza, que tocam a casa que conta ainda com um belíssimo cardápio. Bebemos Heineken.

O Da Gema despontou como favorito para mim.. Carne impecável, pesto surpreendente e tudo harmonioso!

O Da Gema despontou como favorito para mim.. Carne impecável, pesto surpreendente e tudo harmonioso!

Antes do Da Gema, passamos pelo Rio Brasília para comer a Porpeta do Presidente JK. Trata-se de uma porção com seis almôndegas de carne recheadas com linguiça (R$ 15). E o estreante não me empolgou. Achei pesado. Faltou delicadeza no preparo e o conjunto estava bem seco, apesar de bastante engordurado. Positivo o sabor da linguiça e o quase sempre dispensável molho de maionese. Foi ele quem deu umidade ao prato. Outro ponto positivo foi a temperatura impecável da Heineken.

O estreante Rio-Brasília veio com almondega que estava pesada, seca e com gordura em excesso...

O estreante Rio-Brasília veio com almondega que estava pesada, seca e com gordura em excesso…

E neste post acabei começando do melhor para o pior. No (a) Cadeg, o estreante Bar Corujão pisou feio na bola. O petisco denominado Explosão de Sabor estava bem abaixo do esperado. Trata-se de um quadrado de massa de aipim recheado com bacalhau, palmito e azeitona coberto com queijo parmesão (R$ 15). Primeiro ponto negativo foi a temperatura do prato que estava frio. O recheio estava com pouco tempero e nada harmonizava. Faltou capricho também na massa, bem pesada. Uma pena.

Apresentação ruim, queijo passado e recheio sem sabor.. O estreante Corujão foi mal demais..

Apresentação ruim, queijo passado e recheio sem sabor.. O estreante Corujão foi mal demais..

É isso, amigos. Estes foram os que consegui provar em três dias bem corridos. Agora vou acompanhar o resultado de longe. Como já disse, os endereços e horários dos bares você confere no site oficial do Comida di Buteco.

Mais informações, como vocês já sabem, sempre no Twitter e no Instagram (@GastroEsporte). Até a próxima! Beijos em todos! Ah! Lembrando que agora o Gastronomia por Esporte também está no Facebook! Cliquem e curtam a página! Por lá vocês vão conferir todas as novidades do blog! http://www.facebook.com/gastroesporte