Arquivo da tag: café da manhã

Pousada Infinito: refúgio em Mauá com um café da manhã simplesmente inesquecível!

A dica de hoje não é um restaurante ou uma receita. Vou fugir um pouco do habitual, mas sem perder a essência do blog. Isso porque no primeiro fim de semana do ano fui para Mauá com Luninha. Opções de locais para ficar não faltam e a pesquisa sempre é longa. Mas o amigo Leleco, aquele do Brownie, deu a dica e descobrimos a Pousada Infinito (confira aqui o site oficial). Localizada no lado mineiro de Maringá, a pousada é administrada pelo casal Peres e Tânia, ao lado do filho Rodrigo e da nora Tatiana.

É daqueles lugares em que tudo é pensado e feito para você descansar sem ter maiores preocupações. A decoração é minimalista, os são chalés amplos e confortáveis. E a família, muito simpática e atenciosa, faz com que você se sinta quase como um convidado da casa deles.

310222_175414982536487_1720931157_n 314372_175415415869777_580827312_n

Mas por que estou falando de uma pousada em um blog de gastronomia? Porque além do que já citei, o café da manhã é simplesmente inacreditável. Esqueça buffet, ovo mexido ressecado, bolos sem graça, suco de caixinha… O cuidado é enorme e um verdadeiro banquete se desenrola ao longo de algumas etapas. Todas, por sinal, explicadas didaticamente pelo seu Peres. E preparadas com muito esmero pela Tânia.

A “festa” começa sempre com dois sucos e frutas. O de laranja é fixo e o outro muda diariamente. Tivemos abacaxi com hortelã no sábado e mamão com caju no domingo. Dentro do mamão, fatias de figo, carambola, ameixa, pêssego, uva e morango. Tudo muito fresco.

20140104_095034 20140104_095041

Em seguida vem a etapa do ovo. E vocês já sabem como eu sou viciado em ovo. E lá é caipira mesmo, com direito a gema laranja e extremamente saborosa. Assim como o suco, esta parte também muda. No sábado ele veio frito no centro de uma fatia de pão de ervas. Um show de sabores. Se a gema estivesse um pouquinho mais mole seria a perfeição. Ah! E ainda veio uma mini quiche de alho poró.

20140104_100328

No domingo, veio mexido com cubos de tomate e ervas recheando um pão folha crocante. Tudo extremamente saboroso e equilibrado. Como complemento, dois pedacinhos de uma inusitada e saborosa linguiça de truta, peixe de rio que você encontra em qualquer esquina de Mauá. Neste dia veio ainda um caldinho de baroa na canequinha.

20140105_095538

Acabou? Longe disso. Pães fresquinhos, incluindo aqui um waffle com massa de pão de queijo, chegam quentinhos para serem comidos com geleia, manteiga de primeiríssima linha e requeijão. Tudo, como seu Peres fez questão de deixar claro, fresquinho e feito na região. Ah, frios fininhos também chegam nessa hora junto com uma jarrinha de chocolate quente.

20140104_101235

Para finalizar, duas etapas simplesmente sensacionais. O iogurte caseiro é tão leve que lembra chantilly na textura. Inacreditável. Cheguei a repetir, principalmente o que veio com calda de acaí – no domingo foi de maracujá. E os bolinhos. O de laranja tava tão molhadinho que a mesa do lado disse que lembrava um petit gateau. Não é para tanto, mas aquele conforto que um bolo bem feito traz pela manhã você encontrava.

20140104_101638

No domingo, de chocolate com uma calda que entranhava pelo interior deixando tão molhadinho quanto. Finalizava de maneira perfeita uma manhã maravilhosa. Esse esqueci de fotografar!

O difícil depois deste banquete era levantar, calçar o tênis, encarar as esburacadas estradas e a caminhada pelo mato em busca das cachoeiras. Mas, além da digestão,  quando o resultado final é este visual tudo compensa. Simplesmente um fim de semana maravilhoso. E de paz. Muita paz!

20140104_131411

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Pousada Infinito
Entrada transversal à Alameda Gastronômica Tia Sofia, Visconde de Mauá RJ – Maringá Minas
(24) 3387-1771/ (21) 9 9559-3108 / (21) 9 9981-8118

 

Waffle.. Massa simples, rápida e perfeita para um café da manhã diferente!

Falei no post sobre o “Da Casa da Táta” que não tenho o costume de tomar café da manhã. Mas no fim de semana de folga sempre rola uma vontade de sair ou então de fazer algo diferente em casa (o ovo mexido é uma grande ideia, lembram dele?). No último sábado o impulso me levou a bater uma massa de waffle e comer de tudo quanto é jeito: mel, manteiga, requeijão, parmesão, presunto, chocolate… Combinações não faltam e a receita é a mais simples e prática possível. Dica perfeita para vocês!

Waffle pronto, manteiga, mel, presunto, requeijão... combinações para o seu café...

Waffle pronto, manteiga, mel, presunto, requeijão… combinações para o seu café…

Já disse por aqui também que não tenho o costume de seguir receitas ao pé da letra e acho que cozinha é intuição. Mas em massas e doces não dá para fugir desta regra. Então vamos anotar tudo direitinho para não ter qualquer tipo de erro. A receita é simples e é toda feita no liquidificador. Primeiro entre com os líquidos: dois ovos, um copo de leite e duas colheres de sopa de manteiga. Em seguida os secos: um copo e meio de farinha de trigo, uma colher rasa de sobremesa de sal e uma colher de chá de açúcar. É isso. Basta ligar o liquidificador e deixar batendo até a massa ficar bem lisinha (repare na foto que o copo usado como medida é aquele de requeijão, bem tradicional).

Importante separar todos os ingredientes antes de começar a preparação..

Importante separar todos os ingredientes antes de começar a preparação..

Os líquidos entram primeiro e estão embaixo deste monte de farinha...

Os líquidos entram primeiro e estão embaixo deste monte de farinha…

Liquidificador ligado e em velocidade constante até a massa ficar uniforme...

Liquidificador ligado e em velocidade constante até a massa ficar uniforme…

Depois disso, coloque a massa em um recipiente e adicione três colheres de chá de fermento em pó e misture com uma espátula. Me disseram que não é bom bater o fermento no liquidificador. Como bom ouvinte, processei a informação e estou apenas repassando! Se você tiver paciência pela manhã, algo que não tenho, poderia ter separado as claras das gemas e as batido em neve. Se fizesse isso, elas teriam de ser incorporadas depois do liquidificador. A massa fica ainda mais fofa desta maneira. Mas aí acaba tendo mais louça para lavar.

Depois da massa pronta, coloque o fermento e mexa com uma espátula até ficar todo incorporado..

Depois da massa pronta, coloque o fermento e mexa com uma espátula até ficar todo incorporado..

Feito isso, esquenta a máquina, pincele manteiga para não grudar e faça a festa! Deixe o tempo que você achar necessário: mais torrado, mais molinho… Não importa. De qualquer jeito vai ficar delicioso. É só olhar as fotos.

Com o aparelho já quente, coloque a massa e espere o tempo que você julgar necessário...

Com o aparelho já quente, coloque a massa e espere o tempo que você julgar necessário…

A sugestão salgada: requeijão com presunto fininho.. Delícia...

A sugestão salgada: requeijão com presunto fininho.. Delícia…

Essa aqui é uma sugestão minha. Colocar um punhado de parmesão ralado para assar junto com a massa dá sabor e crocância no waffle. Coisa de maluco!

Uma sugestão é colocar parmesão ralado na hora de assar... fica crocante e delicioso..

Uma sugestão é colocar parmesão ralado na hora de assar… fica crocante e delicioso..

Olha o parmesão como fica crocante dentro da massa....

Olha o parmesão como fica crocante e entranhado na massa….

Para finalizar, chocolate amargo ralado que derrete só no calor do próprio waffle! Demais para coroar o seu café da manhã!

Raspas de um bom chocolate derretem só no calor do próprio waffle..

Raspas de um bom chocolate derretem só no calor do próprio waffle..

É isso, amigos. Esta foi a dica para começar bem o seu dia. Siga ligado no Twitter e no Instagram do blog: @GastroEsporte. E aproveitem para curtir a página no Facebook! Um abraço e até a próxima!

Da Casa da Táta.. Certeza de boa manhã após um belo café!

Não sou um cara de café da manhã. Sim, isso é errado. Eu sei. Mas nunca tive o costume. Café comigo só mesmo em duas situações: em hotel quando estou viajando ou na rua como um programa para sair de casa. E atualmente essa é uma ideia cada vez mais difundida. São muitas as opções e as localidades. Mas um lugar específico me faria comer após acordar todos os dias: Da Casa da Táta.

A fachada acanhada na Gávea.. A foto foi tirada depois de 12h no sábado.. Por isso não tem gente na porta!

A fachada acanhada na Gávea.. A foto foi tirada depois de 12h no sábado.. Por isso não tem gente na porta!

A acanhada casinha na Gávea é aconchegante, com decoração criativa e, melhor de tudo, com comida maravilhosa a preços mais do que justos se comparado a outras casas. Só tem um defeito por lá, que acontece justamente por mérito: está SEMPRE cheio. E como a casa é pequena e café não é uma refeição que as pessoas fazem com rapidez, a espera pode ser bem longa. Isso só não acontece em duas situações: se você chegar até 8h ou depois de 11h. Entre estes horários vá, mas tenha paciência!

O salão da casa é bem pequeno, mas aconchegante...

O salão da casa é bem pequeno, mas aconchegante… No detalhe o balcão que pode ser utilizado..

Então vou supor aqui que você vá esperar. Logo ao sentar já dá para perceber o clima de casa mesmo. Talheres que não seguem padrão, jogo americano com cartas e fotos aleatórias… No cardápio duas opções de café pré montados. Nunca comi outro sem ser o da Táta, que inclui tudo da primeira opção mais alguns adicionais. É mais do que suficiente para duas pessoas e sai por R$ 27. Estão incluídos um suco, uma bebida quente, cesta de pães, incluindo aí um dos melhores pães de queijo da cidade e uma broa de milho fantástica, uma fatia de bolo (incrível), manteiga, geleia, uma fruta, queijo minas, peito de peru e um pão de passas ou de chocolate. Você pode pedir sanduíches na ciabatta ou na baguete com diversos recheios, omeletes e adicionais variados, entre eles mais algum item dos que você já recebeu ou algo como ovos mexidos (não aconselho: são mais do que comuns. Quer ovo mexido? Faz o que eu ensinei aqui mesmo).

A mesa com jogo americano feito pela própria casa, sem padrão.. O cardápio com capa de pano...

A mesa com jogo americano feito pela própria casa, sem padrão.. O cardápio com capa de pano…

Os frios, peito de peru e queijo minas, e o mamão cortado em formato diferente do habitual...

Os frios, peito de peru e queijo minas, e o mamão cortado em formato diferente do habitual…

Mas vamos aos detalhes e aos motivos de eu achar que vale a pena esperar. Primeiro os pães. Frescos, caseiros e deliciosos. Mas dois itens da cesta valem destaque especial. Um eu já falei: a broa de milho. Também levinha e saborosa, casa perfeitamente com os frios e novamente com a manteiga ou a geleia.

Os pães sempre quentinhos, frescos e crocantes.. Baguete, pão de batata e aberta ali em cima a broa espetacular!

Os pães sempre quentinhos, frescos e crocantes.. Baguete, pão de batata e aberta ali em cima a broa espetacular!

O pão de queijo é brincadeira. Aerado, levinho e muito saboroso. Não é aquela porcaria industrializada e massuda que a gente encontra por aí. Com manteiga fica a perfeição. Por mim ficava sempre nessa dupla!

O pão de queijo é impecável.. Repare que não é massudo e sim leve e aerado.. E a manteiga derretendo? Maldade minha, não?

O pão de queijo é impecável.. Repare que não é massudo e sim leve e aerado.. E a manteiga derretendo? Maldade minha, não?

Mas antes que você se empolgue, faço o alerta: deixe espaço para os doces. Os bolos da Táta formam um capítulo diferente. Falam do de laranja. Também ouvi coisas boas sobre o de milho, de aipim e de cenoura. Mas peço desculpas a eles. O Formigueiro é SEMPRE a minha escolha. E é incomparável. Massa leve e macia, calda saborosa. Um bolo impecável. Sempre termino levando uma fatia extra para casa. Dessa vez não foi diferente. Mas acabei nem encostando já que Seu Cavalierão bateu o olho e devorou sem dó nem piedade me deixando órfão na manhã seguinte. O pão de chocolate também é muito bom, mas nada se compara a esse bolo.

O bolo que é talvez a grande estrela.. Dá para ver pela foto como é fofinho e delicioso.. Ao lado o pão de chocolate..

O bolo que é talvez a grande estrela.. Dá para ver pela foto como é fofinho e delicioso.. Ao lado o pão de chocolate..

Logo na entrada fica esse balcão com bolos variados e pães que você pode levar para casa...

Logo na entrada fica esse balcão com bolos variados e pães que você pode levar para casa…

Um único detalhe que não pode passar despercebido é o atendimento. Costuma ser lento e em alguns casos confuso. Coisas que você acaba relevando justamente em função do número grande de pessoas no fim de semana. Vá com calma, é um café, você está ali para relaxar. Outra coisa que mudaria é a ausência de requeijão. A casa trabalha apenas com cream cheese e tem de ser pedido como adicional.

No fim das contas a satisfação é garantida. Se você quiser esperar, acho que não vai se arrepender. Se não quiser, acorda cedo ou acorda da tarde! Ah! A casa ainda serve almoço e quinzenalmente promove degustação de vinhos. Nunca fui, mas a vontade é grande. Se for como o café é certeza de satisfação garantida. Aproveite a dica e tenha um bom dia!

Da Casa da Táta
Rua Professor Manuel Ferreira, 89 – Gávea  Rio de Janeiro – (21) 2511-0947
Seg a sex, das 8h às 20h; sáb, das 8h às 18h30m; dom, das 9h às 14h

O ovo mexido perfeito.. Uma adaptação de Gordon Ramsay!

Ovos… Está aí algo que sou completamente viciado. Tem coisa melhor do que começar o dia com um belo ovo? Frito, pochê, quente ou mexido. De qualquer jeito ele me arrebata. Quando vou a algum restaurante e vejo pratos com ovos no cardápio fatalmente acabo pedindo para experimentar. No Venga! existem duas receitas maravilhosas que colocam o ovo como a estrela principal. Uma receita que é fácil encontrar com suas variantes é a cocotte clássica com aquele purê de batatas levinho, aspargos, um ovo com a gema mole, pimenta do reino e um toque de azeite trufado. Isso é uma maravilha e prometo um dia tentar fazer em casa e dividir com vocês.

Detalhe bem de perto do nosso ovo acompanhado agora de uma torradinha... Uma dupla perfeita!

Detalhe bem de perto do nosso ovo acompanhado agora de uma torradinha… Uma dupla perfeita!

Enquanto esse dia não chega, vou compartilhar aqui uma maneira de você transformar um simples ovo mexido em algo inesquecível. Meu sonho era poder dizer para vocês que isso foi criação minha. Mas não é o caso. A gastronomia por enquanto é por esporte. Se um dia virar profissão posso ter ideias como essa. O criador dessa maravilha é Gordon Ramsay, o chef celebridade inglês que estrela diversos programas de televisão dos quais sou fã incondicional.

É bom deixar tudo separado antes de começar.. Ovos orgânicos, grana padano, ciboulete, manteiga e paciência!

É bom deixar tudo separado antes de começar.. Ovos orgânicos, grana padano, ciboulete, manteiga e paciência!

Vi esta receita em um deles e resolvi copiar. Para quem não viu, vale a tentativa. O primeiro passo é comprar ovos orgânicos. A diferença é absurda e eu recomendo muito. Pegue a frigideira em temperatura ambiente, coloque dois ovos, uma boa colher de manteiga e coloque em fogo muito baixo. Vá mexendo sem parar. É importante não temperar com nada! Quando começar a cozinhar, tire do fogo para a temperatura não ficar muito alta e sempre mexendo sem parar. Em seguida volte novamente ao fogo e por aí vai.

Antes mesmo de ligar o fogo, os ovos inteiros com a manteoga gelada e sem qualquer tipo de tempero

Antes mesmo de ligar o fogo, os ovos inteiros com a manteiga gelada e sem qualquer tipo de tempero

A ideia é tratar os ovos como um risoto: sempre mexendo e com temperatura controlada. Isso o deixa incrivelmente macio e cremoso. Lembrando que o tempero, sal e pimenta do reino, só é colocado depois de pronto. O Gordon sugere umas colheradas de creme de leite fresco. Eu dispenso. Nem leite, algo comum em ovos mexidos, costumo colocar. Se você fizer com paciência, o próprio ovo gera a cremosidade. Na primeira foto você vê o ponto que eu curto: não tão cozido, mas longe de estar cru.

Começou.. Depois de começar a mexer não se pode mais parar... Literalmente tratando o ovo como risoto!

Começou.. Depois de começar a mexer não se pode mais parar… Literalmente tratando o ovo como risoto!

Comer assim já está maravilhoso. Mas por que não dar aquele upgrade e transformá-lo em algo verdadeiramente gourmet? Eu sugiro ciboulete cortada fina (coloco porque tenho na minha horta, mas pode ser cebolinha normal), um toque de flor de sal, pimenta e lascas de grana padano. Aí, amigos, é comer e chorar! Tenha a certeza de que sua manhã será em outro nível e alegre a ponto de você encarar seu dia com um belo sorriso! Um abraço e obrigado pelos comentários! Sempre vale dizer, qualquer dúvida joga no email gastronomiaporesporte@gmail.com. Até!

Raspas do grana por cima, flor de sal, pimenta do reino e a nossa ciboulete... Seu café mais do que gourmet está pronto!

Outra visão do nosso ovo gourmet.. Raspas do grana por cima, flor de sal, pimenta do reino e a nossa ciboulete… Seu café mais do que gourmet está pronto!