Arquivo da tag: Alho Confit

Alho confit: receita maravilhosa e muito versátil. Docinho, vai da entrada ao acompanhamento!

Eu sou um viciado em alho. Frito, cru, em conserva, assado… De qualquer jeito dá um levante em qualquer prato e é fundamental no preparo de outros tantos. Mas na receita de hoje, o alho é o protagonista. E não com seu sabor marcante e tradicional, mas docinho, macio e perfeito seja para ser sevido como uma entrada, acompanhando uma salada, um bife ou saborizando um risotto. Estamos falando do Alho Confit.

20140112_194640

Para os que nunca ouviram falar, confit é o nome de uma técnica em que você cozinha qualquer coisa em gordura e em temperatura baixa. Aqui, vamos cozinhar o alho em azeite com algumas ervas para potencializar ainda mais o sabor. É extremamente simples, mas demanda certa atenção. Você vai precisar de:

Os dentes grandes de 3 cabeças de alho
250ml de azeite
Ramos de alecrim
Ramos de tomilho
Uma pitada de sal
Grãos de pimenta rosa (opcional. Neste dia não tinha e não utilizei)

20140112_184247

Após descascar os dentes de alho, coloque os em uma panela junto com as ervas inteiras mesmo. Elas estão ali para dar o sabor e após o preparo serão descartadas. Feito isso, cubra tudo com o azeite.

20140112_184539

Agora começa o período de atenção. A ideia é colocar a panela no fogo mais baixo possível. E ficar de olho. O processo todo dura entre 20 e 30 minutos até os dentes de alho ficarem macios e docinhos.

Mas durante este tempo é preciso ter atenção. Mesmo em fogo baixo, o azeite em algum momento vai querer começar a ferver. E aí você não estará mais cozinhando e sim fritando e isso nós não queremos nesta receita. Começou a formar bolinhas na panela? Tire do fogo e deixe a temperatura diminuir naturalmente antes de voltar. O aroma que sobe é incrivelmente delicioso.

20140112_184638 20140112_184944

Com o alho pronto, coloque em um pote de vidro e pronto. Como é feito e estará guardado em gordura, o alho dura bastante tempo antes de estragar. Acabaram os dentes? Use este saboroso azeite para temperar sua salada. É incrível.

20140112_194706

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Feliz 2014 para todos! Aqui teve lentilhas, uvas e borbulhas: muitas borbulhas da bebida que pisca!

2014 tem tudo para ser um grande ano. E ele começou muito bem: ao lado de amigos, família, amor e obviamente com muita comida – entre elas lentilhas e uvas que não podem faltar! Então, como fiz no Natal, seguem as fotinhos para deixar os que visitam por aqui com água na boca!

As saladas da ceia foram de peru, abacaxi e milho, e também de feijão fradinho com bacalhau. Entre os quentes, arroz de lentilhas com muita cebola frita (essa receita vem pra cá em breve), lombinho assado com bastante molho a base de legumes e cerveja preta, e o bacalhau da Dona Cília, avó da Luninha, gratinado com batata, cebola e brócolis.

20140101_002413

Antes disso, as entradinhas incluíram cebolinhas, batata calabresa e alho confit (o mesmo trio do Natal), pastinha de atum, salmão gravlax caseiro com sour cream de ervas (absurdamente incrível) e a linguicinha com mel e shoyu de sempre que acabou não saindo na foto.

20131231_205650

No fim, Magnum da bebida que pisca do Rei do Camarote. Afinal de contas, não dá para perder a piada nem no primeiro dia do ano. E amigos. Muitos amigos! E garrafas também!

20140101_022959 563668_10202837502761227_932484929_n 20140101_030917

Saúde, felicidades, um 2014 de muita paz e alegria para todos. Até a próxima!!! E continuem sempre curtindo e visitando a página do Facebook e o perfil no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Um Feliz Natal a todos! Paz, saúde, amor e comida… Muita comida!!!!

Aos meus amigos leitores e leitoras, aos que passam por aqui de vez em quando, aos que comentam, aos que compartilham, aos que ficam com raiva diante de algumas belas fotos de comida, aos que se inspiram e fazem em casa… Meu muito obrigado. De coração! Um Feliz Natal cheio de paz, saúde, amor e comida para todos!

Como não poderia deixar de ser, mais um post para deixar vocês como a Anitta: babando. Uma compilação do que está rolando desde ontem nos eventos natalinos. Como por exemplo a costelinha de carneiro com batatas do amigo Moa Luz.

20131224_140924

Ou o bacalhau gratinado da Vó Cilia.

20131224_200437

E lá da casa da Luninha veio também esse leitãozinho de leite desossado e recheado. Olha a orelhinha pururucada do bichinho.

20131224_200431

Mas Dona Cavalierona vem no contra-ataque com o tradicional Bacalhau grelhado em postas com muita cebola, azeite e alho. Esse é nível das melhores casas de Portugal. Absurdo.

20131225_101902

O Arroz de forno, que você já aprendeu aqui, também não falta. Assim como as batatas ao murro que estão no forno, mas você também pode se lembrar aqui.

20131225_101926

Antes, de entradinha, alho confit, cebolinha e batatinha calabresa.

20131225_102045

E depois a novidade do Natal deste ano: Aletria. É um clássico doce português feito a base macarrão cabelinho de anjo, gemas e leite.

20131225_102400

E por fim elas, as rabanadas!!!

20131225_102320

Mais uma vez obrigado a todos e um Feliz Natal!!! E o meu presente pode ser uma clicada na página do Facebook, E ir lá seguir o Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Jantar de fim de ano da Confraria Velusué: inspiração para a semana após muita comida e belos vinhos!

Poucas coisas são mais divertidas do que quando um grupo de pessoas amigas se reúne para beber e comer bem. É garantia de bons momentos e muitas risadas. Este é o princípio que rege a Velusué, confraria de vinhos para a qual fui convidado pela minha sogra Marcia. Os encontros, este foi meu terceiro e os outros dois vocês relembram aqui e aqui, são sempre extremamente divertidos e acima de tudo saborosos.

Este ano, pela primeira vez, o presidente e chef Beto abriu sua cozinha para demais membros. E mesmo sendo um calouro tive a honra de passar a tarde por lá, acompanhar a finalização de muitos amuses e pratos e dar minha contribuição com os cogumelos do Que Marravilha!. Foi uma tarde especial.

Neste post não teremos receitas. É para servir apenas de inspiração. Daqui podem sair ideias de apresentação e também de pratos. Alguns aprendi e futuramente com certeza colocarei no blog. A mesa de antipasto, por exemplo tinha um belo hummus caseiro, babaganuche, punheta de bacalhau, tomates secos que foram hidratados em casa com azeite aromatizado, rolinhos de berinjela com ricota temperada…

20131214_214928 20131214_212034

Este mereceu um close e será reproduzido aqui em casa, e consequentemente no blog, ainda este ano. Alhos confitados em azeite com alecrim, tomilho e pimenta rosa. Espetacular.

20131214_212116

O primero amuse da noite foi um gazpacho com manjericão macerado em azeite e mussarela de búfala. Outra que estará aqui no blog em breve.

IMG-20131216-WA0003

Em seguida creme de baroa feito com a água do camarão coroado pelo próprio camarão salteado com alho, pimenta rosa e coentro.

20131214_221022

O auge da noite, na minha opinião, foi a polentinha. Cremosa e saborosa em função do caldo de legumes caseiro, foi servida com uma gema crua de codorna e trufas negras. Absurdo.

20131214_223536

Outro ponto alto foi o chorizo português picante rapidamente salteado em frigideira com mel de figo, iguaria que não conhecia. Maravilhoso e um show de contrastes.

20131214_225248

Os principais foram três. O frango recheado com damasco e envolto em bacon ou presunto de parma veio com uma redução de mel, shoyu e suco de laranja.

20131214_230502

O bacalhau de forno vinha com cenouras, batatas e coroado por ovos batidos, parmesão e bastante azeite.

20131215_001739

Já os meus cogumelos foram servidos ao lado de escalopes de mignon com Aceto Balsâmico envelhecido.

IMG-20131216-WA0004

Nos vinhos, a foto mostra que a festa foi boa. Entre os espumantes destaque absoluto para o Salton Gerações Antônio Domenico Salton. Uma beleza de cor intensa e aromas bem interessantes. Nos tintos, fomos do Uruguai até a Austrália. Mas o destaque foram dois franceses. Um da região de Bordeaux, o Le Colombier de Brown. O outro foi o Le Château Musset Chevalier, um Saint Emilion Grand Cru. Espetacular.

20131215_022259

Espero ter inspirado os amigos e amigas leitores assim como fui pelo Chef Beto e seus confrades. Como disse, algumas das receitas em breve postarei aqui completinhas. Aqui a ideia foi só deixá-los com certa inveja. Uma boa semana a todos. Saúde!

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)!