Arquivo da categoria: Uncategorized

Vinhos âmbar no Copacabana Palace: um novo mundo a ser descoberto

Brancos, rosés e tintos. Na linhagem dos não especialistas, estas são as três divisões clássicas dos vinhos. Mas a medida que você vai estudando, viajando, e, é claro, bebendo, vai descobrindo novas “tonalidades” e, acima de tudo, sabores. É o caso dos vinhos âmbar ou, para tentar popularizar o sofisticado, vinhos laranja. Em linhas gerais, porque os detalhes técnicos eu deixo para o amigo Pedro “Talheres”, um branco produzido de forma semelhante a um tinto – ou seja, o suco da uva fica em contato com as cascas e é isso o que garante a cor diferenciada.

20160411_214313

A cor já chama atenção, mas o que impressiona são os aromas e sabores provenientes do armazenamento em alguns casos em ânforas de barro, forma tradicional de conservar vinhos na antiguidade. Tonéis de carvalho ou cimento também podem ser utilizados nestes vinhos que, em sua maioria, chegam da Itália.

20160411_203118

É o caso dos oito exemplares que serão disponibilizados em taça no bar do Cipriani, no Belmond Copacabana Palace, entre esta quinta (14) e sábado (16). Os rótulos foram selecionados por Ed Arruda, sommelier executivo da casa. As taças custam a partir de R$ 35 e podem ser acompanhadas por um delicioso menu de quatro etapas, entre elas o espetacular foie gras aí de baixo que coroa uma crocante fatia de brioche de cacau e uma geleia de cebola. Conforto a cada bocada.

20160411_205246

Aproveitem. Sério. É coisa de maluco! Até a próxima! Saúde!

Bar do Cipriani, das 19 às 00h. Valor: a partir de R$ 35 por taça / Menu degustação R$ 45. Reserva: 21 2548 7070. Endereço: Avenida Atlântica 1702.

3Cariocas lança novo rótulo e 2Cabeças cria o Quintal da Casa: fim de semana cervejeiro no Rio

Confesso… Comecei a escrever esse post pela manhã após o ~treino funcional~ e a cada letra a sede aumentava em proporções absurdas. Mas o ~foco~ vai me fazer segurar até o próximo fim de semana. Afinal de contas, se tem algo que eu farei tanto no sábado como no domingo é beber cerveja. São dois os eventos que trazem novidades da rapaziada criativa aqui do Rio. No sábado (27) os 3Cariocas lançam seu novo, e aguardado, rótulo na Casa Ipanema a partir das 15h. Já no domingo (28), a 2Cabeças realiza a primeira edição do Quintal da Casa, a partir das 11h, na Casa da Glória.

O lançamento dos 3Cariocas na verdade é um retorno. Trata-se da antiga Belgo Indian Strong Dark Ale, antes degustada apenas em chope. Agora ela chega em uma linda garrafa de 500 mililitros, envelhecida em barris de uísque e com o nome 3Cariocas Reserva 061114. Serão apenas 200 unidades vendidas no local ao preço de R$ 75,00. A compra dá direito a um chope da Session IPA nema ou da Saison du Leblon. Ah! Se quiser ficar só no chope ele sai por R$ 10,00.

3carocas

Para matar a fome, o pessoal da Frites estará com batatas feitas na hora e com seus deliciosos molhos. E para animar ainda mais a festa, a DJ Caca Brunetta comanda as Carrapetas. A Casa Ipanema fica na Rua Garcia D’Ávila, 77 e a farra acontece até 20h.

3cariocas

No dia seguinte é a vez dos cabeçudos Maíra Kimura e Bernardo Couto comandarem a festa na Casa da Glória entre 11h e 20h. Criado pela dupla, o evento tem clima descontraído com direito a piscina liberada. Das torneiras vertem os cinco rótulos da 2Cabeças (Caramba!, Rio de Colônia, Hi5, Funk IPA e Maracujipa), vendidos a R$ 10,00 cada. O ingresso para o evento custa R$ 20,00 e pode ser adquirido clicando aqui. Atenção: venda na hora só se sobrar ingresso.

2cabe

 

Três barracas de comida vão estar lá para não deixar ninguém de barriga vazia. O Big Head Food traz um burger clássico, um vegetariano e um cachorro quente. Já a Soul do Sul vem com coxinha de leitão e fish and chips. Por fim a glicose está nas mãos do Browniversitário com uma série de doces feitos com Hi5.

Nos esbarramos por lá com copo na mão e garrafas na bolsa. Agora dá licença que eu vou matar a sede rapidinho. Saúde!

Frango Thai ~Fit~: mole de fazer e 100% saudável

Os que me seguem no Instagram já perceberam que, apesar das dificuldades, tenho tentado mudar parte dos hábitos alimentares. Seria lindo, mas é fora da realidade viver o dia todo comendo bacon, burgers e afins harmonizados com cervejas, negronis e dry martinis. Só que também não vão querer que eu coma frango grelhado na água com legume no vapor. Então é preciso abusar da criatividade com as panelas para dar um levante neste ~controle alimentar~.

20160202_135144

Foi asim que nasceu este Frango Thai ao Curry aí de cima. Claro que a mão tremeu para não colocar azeite no refogado e creme de leite ou leite de coco na finalização. Mas vamos manter o foco no #projetomaravida ou então vou ter de #mandarnudes como a musa #PugliAmor falou. Então pega logo sua frigideira tefal e se liga nos ingredientes para duas porções.

300 gramas de peito de frango em tiras
2 colheres de sopa de cebola picada
1 colher de sobremesa de alho picado
1 colher de sopa de gengibre picado
Suco de 1/4 de um limão
3 colheres de sopa de shoyu light
1 colher de sopa de curry em pó
1 colher de chá de pimenta síria
250 ml de água quente
Salsinha e cebolinha picadas
1 colher de sobremesa de extrato de tomate
3 colheres de sopa de tomate em cubos
Meia pimenta pimenta dedo de moça picada sem sementes
Obs: os três últimos ingredientes esqueci de fotografar.

20160202_132551

Com a frigideira bem quente (e sem azeite!) coloque o frango. Após ele começar a dourar, entre com o gengibre, a cebola e o alho. Mexa bem para evitar que eles queimem . Ganhou cor também, coloque o extrato de tomate, a pimenta dedo de moça e na sequência o curry e a pimenta da jamaica.

20160202_13361720160202_134043

Após cobrir o frango inteiro nesta mistura, entre com o limão, o tomate em cubos e o shoyu. Os dois líquidos vão ajudar a soltar a crostinha que havia sido feita no fundo da frigideira. Coloque a água, misture bem e deixe reduzir.

20160202_13412520160202_134346

Como não tem leite de coco ou creme de leite, o molho não ficará tão encorpado. Mas o que importa aqui é o sabor. E isso garanto que, mesmo sendo uma ~receita fit~, estará fantástico. Na hora de servir, coloque cubinhos de tomate fresco que vão ajudar a amenizar a picância do prato.

20160202_135144

Na próxima semana eu volto com mais uma sugestão saudável! Até a próxima porque agora vou ~treinar~! Hahahahaha! Saúde!

Garden: 60 anos de tradição e um festival de carnes nobres para celebrar

Existem certas casas cariocas que se encaixam perfeitamente no velho clichê mineiro do come quieto pelas beiradas. O Garden é desses. Raramente é lembrado em premiações, não tem um chef da moda no comando, mas há 60 anos – completados em 2015 – serve boa e honesta comida em cantinho discreto de Ipanema para um público fiel.

Mas para 2016, a casa aposta em uma novidade. Após os cíclicos festivais de bacalhau, camarão e pato, abre a temporada uma verdadeira orgia carnívora. O primeiro Festival de Carnes Nobres está um verdadeiro luxo. São oito cortes de gado inglês da raça Hereford fornecidos pela Provenza Carnes Especiais, frigorífico com sede em Itaipava. São eles picanha de tira (R$ 94,50/350g), bife ancho (R$ 79/350g), chorizo (R$ 79/350gr), fraldinha (R$ 79/350g) , assado de tira (R$89/550g), prime rib (R$ 120/550g), short rib (R$ 110/700g) e t-bone (R$ 110/550g). Detalhe: cada pedido dá direito a dois acompanhamentos – o arroz maluco estava ótimo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tive a honra, e o prazer é claro, de degustar as oito novidades em um longo almoço conduzido por Wagner Provenzano, o responsável pela Provenza e um verdadeiro estudioso das carnes e seus mais variados cortes.

Não vou ficar aqui descrevendo a sensação de cada pedida que vocês conferem na galeria de fotos acima – todas pelo amigo Tomas Rangel. Mas se minha dica vale de alguma coisa, foque nos pedidos com osso. O short rib uniu um sabor incrível com maciez surpreendente para um corte de costela que não passa por longo cozimento.

O assado de tira deve ficar longe de quem está acostumado com filé mignon. Mas é raro encontrar corte mais gostoso. Já o prime rib eu não preciso nem citar aqui: é minha escolha sempre em qualquer casa de carnes. E, pela foto abaixo, nota-se que foi a mais visada pelos viciados em Instagram.

20160201_101002

Para deixar sua investida ainda mais feliz, encerre a refeição com o pudim. Esqueça aquele todo lisinho que mais parece um flan. Pudim bom tem que ter “celulite”. E lá ele é feito assim há 60 anos. Com tradição não se brinca. Até a próxima! Saúde!

Garden – Rua Visconde de Pirajá, 631, loja B, Ipanema, Cep: 22410 001. Tel: 2259-3455. Capacidade: 100 lugares. Horário: De seg. a sáb., das 12h às 1h, dom., das 12h às 18h Cc.: Mastercard, Dinners e Visa. Manobrista. www.gardenrestaurante.com.br

Prøject Burger invade a Void de Botafogo! Veja os detalhes!

Pode chamar de ~promo~, ~jabá~ ou até de ~nepotismo~. Mas hoje aqui eu vou falar do meu filho, o Prøject Burger. E nesta terça (26/01), vamos aterrisar pela primeira vez na Void de Botafogo utilizando a cozinha montada pelo pessoal da House of Food. E o melhor: vai ser o dia inteiro. Chegamos 12h e saímos de lá na madruga.

20160125_110432

Serão duas as receitas. A primeira é a tradicional: 170 gramas do nosso blend de acém com bacon, creme de queijo da Serra da Canastra, picles de cebola, barbecue de ameixa e bacon crocante. Ah! O pão é de bacon, afinal de contas sempre se pode colocar mais um pouquinho da melhor comida do mundo.

20160125_110347

Mas para os vegan não chorar, vamos voltar com nosso burger de banana da terra com o mesmo creme de queijo, mostarda de maracujá e couve crocante no pão de beterraba. Cada um sai por R$ 25,00.

20160125_110625

Para quem não conhece a Void, trata-se de um misto de bar e loja que tá simplesmente tomando conta da calçada da Voluntários. Cerveja sempre gelada, cachaça, trilha sonora animada e muita gente bonita. Cola lá, fica em frente ao Mundial lá no final da Voluntários. Ah! Quem me achar na foto ganha bacon extra amanhã!

void

Obviamente nos vemos por lá. Até amanhã! Saúde!

Brunch no Meza Bar: um sopro de conforto nas manhãs de sábado e domingo

A ressaca era grande. Quem me segue no Instagram (@gastroesporte) sabe que no fim do ano passado minha sobrinha Clara Bochechuda passou por uma cirurgia cardíaca no mínimo intensa. Pouco mais de um mês depois, vê-la brincando e pulando sem parar em seu aniversário de 4 anos foi daqueles momentos cuja emoção fica difícil até de descrever. E isso merecia muito ser comemorado. O resultado foi aquela inevitável dor de cabeça, aquela sola de sapato imaginaria que você passa a manhã inteira mastigando…

Mas para enfrentar e superar isso é preciso ser forte e rebater na mesma moeda. E o novíssimo brunch do Meza Bar caiu como uma luva. Aos sábados e domingos, entre 11h e 18h, o tradicional cardápio da casa dá lugar a uma série de comidas reconfortantes criadas pela chef e sócia Andressa Cabral. Mas antes de ir a elas era preciso curar a cabeça latejante. E a missão foi iniciada já do lado de fora.

Da simpática bicicleta instalada na calçada saiu uma refrescante versão para o clássico Negroni. No Sbagliato (R$ 24,00) estão lá as doses de Campari, vermute, além da laranja. Mas no lugar do gim entra espumante bem gelado.

20160109_124922 (1)

20160109_125253

Só que a diversão anti-ressaca é mais pesada no balcão. Ou no #pimpmybar. São duas estações onde você pode turbinar seu Bloody Mary (R$ 24,00) ou sua taça de espumante (R$ 26,00). Para o primeiro, uma seleção que inclui ervas, pimentas, picles, bacon, entre outros itens. O meu ganhou acréscimo de wasabi, aipo e sal de pimenta na borda. Já as borbulhas ficaram no clássico com xarope, suco e uma fatia de pêssego.

20160109_124800

Da carta de drinques do brunch, ainda provei duas pedidas excelentes elaboradas e no dia executadas pelo mixologista Marco de la Roche. O Santa Cruz Julep (R$ 26,00) abusa de ser refrescante ao combinar bourbon, camomila, limão e hortelã na clássica apresentação em canequinha repleta de gelo picado.

20160109_134703

Já o Roselle (R$ 22,00) é um elegante gim tônica que ganha adição de hibisco e uma pétala de rosa.

20160109_125529

Toda essa farra alcoólica sem encher a barriga não serviria para curar a ressaca. Pelo contrário, uma nova seria construída com louvor. Aí entra as criações da Andressa. São três sessões do menu: Pic (R$ 17,00 cada item), Nic (R$ 23,00) e Ovo (R$ 19,00). Caso queira pedir uma de cada, o preço sai por R$ 53,00.

Da primeira etapa duas pedidas são imperdíveis. O frango crocante com especiarias coroa um macio waffle de beterraba e vem coberto por um caramelo de cerveja preta que traz o equilíbrio necessário para o prato. Já o macarrão da Valentina é puro conforto a cada garfada. Trata-se de um mac n’ cheese com massa de letrinhas e muito queijo, mas sem se tornar enjoativo em nenhum momento.

20160109_131357

Já entre os nics, destaco o salmão curado na casa que chega com creme de funcho e purê de limão sobre torradas. Na ala dos ovos, algo que quem me conhece sabe que gosto muito, o bolovo de codorna vem ladeada por uma sensacional marmelada de tomate. Já a polenta com cogumelos e ovo poché chega com um toque de azeite trufado. Novamente aquela sensação de conforto tão necessária em um sábado de cabeça latejando.

20160109_131948

Não vou mentir. A farra foi tão boa que não só curou a ressaca como conseguiu a proeza de trazê-la de volta no mesmo dia. Mas bastava lembrar do sorriso da Bochechuda aí de baixo que o alívio vinha na hora. Até a próxima! Saúde!

IMG_1627

Meza Bar – Rua Capitão Salomão, 69 – Humaitá. Telefone 3239-1951. 80 lugares. Sábados das 11h às 03h, domingos das 11h à 01h, de segunda a quinta das 18h à 01h e sexta das 18h às 03h. C/c.: Todos. C/d.: Todos.

 

Segunda edição do Noi Leblon Sunset acontece nesta segunda (11/01). Confira os detalhes

Na primeira edição já deu para perceber que o evento entraria para o calendário regular dos amantes de cerveja. Cerveja, música e um clima totalmente descontraído em plena segunda-feira simplesmente não tem como dar errado. E é hoje (11/01) que acontece a partir das 18h o segundo Noi Leblon Sunset. Criado pela cervejaria oriunda de Niterói, o convescote tem como convidados da vez as locais 3Cariocas, 2Cabeças e Hocus Pocus. Todas estarão com suas criações plugadas nas torneiras ao lado das donas da casa.

noi13

Esqueça a formalidade de mesas e cadeiras. O salão do bar da Noi na Rua Conde Bernadotte, no Leblon, fica limpo e ganha espaço para quem quiser dançar. No comando das carrapetas estarão os DJs Lo Bianco e Breno Werneck.

noi2

Para não beber de barriga vazia, a cozinha da casa preparou três petiscos: lingüiça Canastrinha da Serra com aipim frito, fileto de peixe crocante com molho tártaro e pão de alho, e steak tips de chorizo com barbecue de Noi Amara e fritas.

noi

Na última edição o clima foi esse das fotos acima. Nos vemos lá. A Noi fica no número 26 da Rua Conde Bernadotte. Nos vemos lá mais tarde. Até a próxima! Saúde!

Mauá atravessa o túnel e traz o Brasil para o Lagoon

Apesar de parecer até certo ponto uma heresia, há quem saia de casa rumo ao Museu de Arte do Rio (MAR) apenas para provar as delícias brasileiras do Mauá, que conta ainda com estonteante vista da praça de mesmo nome. Mas desde dezembro passado, é possível explorar o cardápio do chef baiano e boa praça Marcones Deus perto de outro cenário privilegiado da cidade: a Lagoa Rodrigo de Freitas. A casa ocupa o lugar do Gula Gula no complexo gastronômico do Lagoon.

Para reforçar ainda mais a brasilidade que toma conta do primeiro ao último item do menu, o salão conta com fotos de viagens feitas pelo próprio Marcones além de um painel de 16 metros de comprimento assinado pelo artista Smael que retrata de maneira colorida e descontraída o interior do Brasil.

IMG_1289

IMG_1290

Mas vamos aos pratos. Em tempos de calor senegalês, o almoço começou com duas pedidas bem refrescantes: vinagrete de polvo (R$ 38,00) e camarão com chuchu (R$ 44,00). Ambos trouxeram os protagonistas em pontos perfeitos de cocção e molhos com acidez equilibrada.

IMG_1282

Na ala das entradas quentes, destaque para as patinhas de caranguejo empanadas em farinha panko e ladeadas por levíssimo sour cream de maracujá que contrastou perfeitamente com o sabor adocicado da carne (R$ 42,00, 12 unidades). Mas o capuccino de feijão verde coroado por cremoso chantilly foi outra boa pedida (R$ 14,00).

IMG_1286

IMG_1288

A mesa grande me deu a oportunidade de provar belas opções entre os principais. O mignon com queijo de coalho trouxe como acompanhamento uma bela salada de feijão verde além de aipim frito (R$ 69,00). Já o pirarucu com molho de maracujá e coco chega sobre cama de bananas grelhadas e farofa crocante (R$ 79,00).

IMG_1299

Mas dois deles foram os campeões. A língua veio macia e envolta em saboroso molho de vinho tinto e acompanhada por arroz cremoso (R$ 59,00). Já o picadinho de caju (R$ 59,00) abusa de originalidade e criatividade. A começar pela apresentação. É muito difícil acreditar que não estamos diante de cubos de mignon. Os pedaços da fruta com textura e sabor deliciosos chegam coroada por uma gema de ovo orgânico e ladeada por batatas coroadas e uma sensacional farofa de shitake. Costumo brincar no meu Instagram (@gastroesporte) que #osveganchora quando dão de cara com um suculento corte de carne, mas diante desse prato #osveganpira. E com razão.

IMG_1298

A orgia ainda reservou espaço para um belo pudim de leite com calda quente de caramelo para arrebatar de vez (R$ 19,00).

IMG_1301

Depois desse almoço nem mesmo uma sessão de Star Wars logo ali ao lado poderia manter qualquer um acordado. Melhor opção era mesmo uma caminhada diante da Lagoa. Até a próxima e um feliz 2016 para todos! Saúde!

Av. Borges de Medeiros, 1424, Lagoa (Lagoon). Tel: (21) 2239-0881. 12h/0h (sex. e sáb. até 1h).

Cortés: grata novidade carnívora no Shopping Leblon

Pode até não parecer, mas eu fiz a cirurgia de redução de estômago. Cheguei a pesar 170 quilos e comer que nem um louco. Ir para uma churrascaria rodízio para mim era sinônimo de alegria – inclusive meu último jantar antes da internação durou umas quatro horas no Porcão. Mas os tempos são outros. Apesar de comer bem e até ter engordado, meus tempos de rodízio praticamente acabaram. Vez ou outra até vou a Palace, o melhor do Rio para mim, mas quando quero comer uma carne acabo deixando de lado o baile dos espetos para escolher um corte específico. E é por isso que recebi com muita alegria a chegada do Cortés ao Rio.

A estrutura por trás é de respeito. Quem toca a casa já estabelecida em São Paulo é o mesmo grupo do Ráscal, outro lugar que dispensa comentários. Por aqui eles aportaram no Shopping Leblon. Mas esqueça o preconceito com restaurantes em shoppings. Não se trata de uma praça de alimentação. O elegante salão conta com áreas reservadas e na parte de trás uma vista para a Lagoa.

IMG_1250

Mas vamos ao que interessa. A noite agradável começou longe dos cortes da parrilla. Um ceviche de salmão simplesmente impecável foi o abre-alas. Limão e os demais temperos estavam na medida, sem ofuscar o sabor e a maciez do peixe como em muitos casos costuma acontecer. Naco macio de batata doce acompanhou (R$ 45,00).

IMG_1246

Ainda na ala das entradas, o gostinho da brasa já apareceu na saborosa linguiça toscava com um toque ligeiramente picante ladeada por chimichurri e cebola assada que, por sinal, estava macia e docinha como tem de ser (R$ 22,00 a meia porção e R$ 38,00). As empanadas estavam lindas, mas vão ficar para a próxima visita.

Cortés_Bife Cortés_Credito Marcelo Ferreira

Era chega a hora do principal. Mignon e picanha, cortes tão queridos pelos cariocas, estão fora do cardápio que explica a procedência do gado – no caso deles argentinos, uruguaios e até americanos. Provei dois. O Cortés lembra a tradicional fraldinha e chegou macio e saboroso (R$ 59,00).

Cortés_Prime Rib com osso_Credito Marcelo Ferreira (3)

Mas a estrela definitivamente foi o colossal prime rib. São 700 gramas de um corte extremamente saboroso e suculento. Temperado na medida certa, a pedida chegou no ponto perfeito saciando com folga eu e Luna. E, pasmem, sai por apenas R$ 95,00, bem mais barato que os demais endereços cariocas.

Os acompanhamentos também fizeram sucesso. O palmito pupunha deu pra ver ali em cima (R$ 26,00). Derretia na boca de tão macio. A criativa farofa de biju é outra boa companhia (R$ 11,00 a meia e R$ 16,00 a inteira). Mas não deixe de experimentar a excepcional parrillada de legumes (R$ 38,00) que traz abobrinha, cogumelos, pimentões entre outros itens feitos na brasa.

Como visto, trata-se de uma grata novidade no cenário carioca. Para quem vai pegar um cinema ou fazer compras pode virar destino certo. Ou simplesmente para quem, como eu, quer apenas sair de casa para comer uma boa carne. Até a próxima! Saúde!

Serviço:

Cortés ( Shopping Leblon) – Av. Afrânio de Melo Franco, 290, lojas 410/411/ Leblon – Rio de Janeiro – RJ. CEP 22430-060. Tel. (21) 3576 9707.

Obs: As fotos dos cortes de carne são de divulgação e ambas feitas por Marcelo Ferreira.

Da Roberta: a nova, saborosa e informal investida da chef

Pensando friamente, o cenário até outro dia era bem improvável. Lembra da Tubira, aquela ruela no Leblon repleta de oficinas que contrasta com o ~glamour~ da vizinha Dias Ferreira no Leblon? Pois é. Escoltada pelo sucesso do espaço da Jeffrey, a cerveja do pato, a recém-eleita melhor chef da América Latina Roberta Sudbrack escolheu uma antiga loja de reparos para inaugurar o Da Roberta, sua segunda casa na cidade.

IMG_1231

Esqueça a formalidade do RS. Esqueça também as elegantes e delicadas criações que a fizeram ser laureada com uma estrela no guia Michelin. A ideia ali é uma só: excelentes sanduíches em um clima informal para comer em pé com uma cerveja gelada na mão.

IMG_1234

Prova do novo conceito já é vista antes mesmo de fazer qualquer pedido na cozinha instalada em um caminhão. A decoração conta com luminárias que pendem do teto, grafites em todas as paredes e mobiliário modernoso. Nas caixas de som nada da sobriedade de sua premiada casa: boa seleção de pop e rock dos anos 80 e 90 nas alturas.

IMG_1228

 

IMG_1233

Mas de nada adianta um clima convidativo se a comida não valer a pena. E em se tratando da Roberta é difícil este ponto não atender às expectativas. Abri os trabalhos com o pita recheado por falafel saboroso e crocante, alface, cenoura, pepino, molho de iogurte e uma berinjela surreal.

IMG_1239

O já famoso SudDog também marca presença por lá. Fez boa dupla com SudBeer, produzida em parceria com a Jeffrey logo ali ao lado. A gelada leva na receita cajá, tomilho e gengibre e, se não é exatamente leve como a já consagrada witbier Niña, se mostrou igualmente refrescante.

Uma das opções de acompanhamento são batatas fritas macias por dentro e crocantes por fora coroadas com um interessante aioli de urucum, reforçando a brasilidade que a chef gosta tanto de propagar.

IMG_1241

Para o final deixamos a estrela. Corte encontrado em qualquer esquina de Nova York, em vários pontos de São Paulo e praticamente inexistente no nosso Rio, o pastrami chegou com tudo. Molhadinho, temperado, desmanchando na boca, ele chega coberto por queijo, mostarda e emoldurado pelo maravilhoso pão da S.P.A. Pane. A foto não ajuda, mas vai por mim: estava delicioso.

Abaixo seguem os preços da casa que abre oficialmente para o público a partir desta quarta (16). Nos esbarramos por lá! Até a próxima! Saúde!

Da Roberta: Bar de Comida de Rua

Rua Tubira 8/loja A – Leblon

Tel: 21 – 22391103

Comida: – Dogs, linguiças, pitas e pastrami

Funcionamento: De Terça a Domingo de 12h às 22h

Forma de Pagamento: dinheiro ou cartão de débito (Visa e Mastercard)

Manobrista: Não possui. Estacionamento próximo

Preços

Dogs e linguiças

de R$18,00 a R$25,00

Pitas

De R$15,00 a R$26,00

Pastrami

De R$27,00 a R$29

Complementos

SudBatata frita com aioli de urucum –  R$9.00

Salada – R$12,00

Sobremesa

Bolo Molhado de chocolate – R$16,00

Obs: Como vocês perceberam: ele voltou… o nosso blog voltou! Sexta tem mais!