Arquivo da categoria: Rio Gastronomia

Ketchup caseiro do Comuna: saudável, prático e delicioso. Chega de Heinz!

O fim de semana foi totalmente dedicado ao Rio Gastronomia. Estive no Jockey todos os dias, assisti aulas muito bacanas, outras nem tanto, provei vários quitutes e, como sempre, cozinhei. Inspirado por uma das aulas mais bacanas, a do pessoal do Comuna, local que não conhecia, mas que em breve irei visitar, passei parte do meu domingo com uma dupla clássica e espetacular: hambúrguer e ketchup caseiro. No post de hoje ficarei somente no ketchup. Ainda esta semana a receita do hambúrguer campeão dos caras!

20130818_160941

Esta é uma receita mais simples. Se você quer algo elaborado e um tanto mais trabalhoso, dá um pulo lá no Pimenta e Limão, da minha comadre Nanda. Esta receita é da época em que ela cozinhava comida de verdade e não essa coisa funcional sem glúten e lactose. Por aqui você vai precisar de poucos ingredientes e muita paciência. Então vamos lá: 1 quilo de tomates maduros sem pele (veja a dica no fim do post), 1 cebola roxa grande picada, duas colheres de sopa de azeite, 3 colheres de sopa de vinagre balsâmico, meia xícara de açúcar e uma colher de sopa de páprica picante e uma pitada de sal.

20130818_143721

Comece refogando em fogo baixo a cebola no azeite. Depois de mais ou menos dez minutos, aumente o fogo e entre com o balsâmico. Assim que reduzir, coloque os tomates que foram picados grosseiramente mesmo. Em seguida, coloque o açúcar, a páprica, o sal e mexa até borbulhar.

20130818_151431 20130818_151809

Assim que começar a ferver, coloque o fogo o mais baixo possível e relaxe. A ideia aqui agora é reduzir e apurar os sabores. Esse processo vai durar uma hora. Mexa de vez em quando, beba uma cervejinha, dá mais uma checada, outra cervejinha… E por aí vai. Ao lado da Luninha, que tem se mostrado uma grande companheira na cozinha.

20130818_155112

Passou uma hora, desligue o fogo, coloque tudo no liquidificador e bata até ficar bem homogêneo. Prontinho. Você acaba de fazer um belíssimo ketchup caseiro. Sem conservantes, saboroso e muito saudável. Pode, inclusive, ser congelado! Portanto, obrigado ao pessoal do Comuna!

20130818_163321

Tomates sem pele

Dica fácil para os que não conhecem. Para tirar a pele dos tomates, basta fazer um X com a faca na bunda deles e jogar por 40 segundos na água fervendo. Passado o tempo, jogue em água gelada para interromper o cozimento. Aí é só descascar!

20130818_145400 20130818_145620

 

Quer uma boa dica de Molho Barbecue caseiro? Confere o O que tem na Geladeira Hoje, da querida Juca!

Anúncios

Rio Gastronomia: bastidores e considerações sobre a festa de premiação do evento que se inicia hoje no Jockey

Samba, rap, repente, boa comida, mas poucas novidades entre os vencedores. Assim se pode resumir a festa de premiação do Rio Gastronomia, que aconteceu na última quinta, no Jockey. O clima estava o melhor possível. Cerveja e espumantes gelados, boa música e um clima de alegria e camaradagem.

vencedores

Algumas poucas coisas chamaram atenção em relação aos premiados – acho inclusive que pode se pensar em criar uma categoria hors concours, já que nomes como Olympe, Antiquarius, Esplanada Grill, Aconchego Carioca e Cervantes levam prêmios todo ano em suas categorias (a lista completa está no fim do post). Fiquei surpreso com a ausência da Roberta Sudbrack na lista. Seu restaurante perdeu o título para o Gero, eleito o melhor da cidade pelo júri. Já na categoria chef Felipe Bronze levou com vantagem.

IMG_0442 IMG_0444

Outra surpresa, talvez a única grande da noite, foi o clássico e para muitos desconhecido Cirandinha levar o melhor café da manhã. A casa de mais de 50 anos desbancou a Escola do Pão, sempre favorita na categoria. Na categoria Novidade esperado e merecido o prêmio para o Lima Restobar.

Me chamou atenção também o Braseiro da Gávea levar o “Bom e Barato”. Adoro a casa, mas não dá para achar que é barato. Não é. Fica complicado debater os preços altos da gastronomia da cidade quando se premia um lugar em que a picanha custa R$ 80. Esta semana mesmo dei o exemplo do Caravelas do Visconde, aí sim um “Bom e barato”.

IMG_0445 IMG_0447

De resto, deu para perceber que o evento, que abre nesta sexta-feira para o público no Jockey com aulas, stands de casas como Delirium, Enchendo Linguiça, Focaccia, Da Silva, Colombo, entre outros, e shows será bem interessante. Vale a pena ir conferir de perto.

Agora algumas curtinhas:

– Rodrigo Hilbert foi um bom mestre de cerimônias. Descontraído, trouxe leveza ao prêmio.
– A decisão de chamar Dudu Nobre, o repentista Miguel Bezerra e o MC Xará para introduzirem as categorias foi um acerto. O trio, cada um em seu ritmo, improvisou em cima dos nomes e divertiu os convidados.
– Os preços dos produtos selecionados pelos restaurantes nos stands estava bem justo e promete agradar quem for ao evento.
– Felipe Ishihama, gerente do Bar D’Hôtel, levou o prêmio de figurino da noite também. Seu terno rosa chamou tanta atenção que os pedidos de fotos foram constantes.
– Muito bacana o prêmio especial para David Herz, mentor da ONG Gastromotiva. O trabalho que ele idealizou e realiza é muito legal.
– A felicidade de Felipe Bronze com os prêmios de Chef e Contemporâneo era visível, assim como a do staff do Lima, que foi quem mais fez barulho quando o nome apareceu no telão na categoria novidade.
– Muito bacana o stand do Senac, que preparou alguns pratos diante do público.
– Entre os comes, derrapou muito o canapé de parma com uma pêra com anís que mascarou qualquer outro sabor. O “Cheesecake” de salmão estava leve, mas a porção poderia ser um pouco menor. O Rosbife com cebolas caramelizadas e raiz forte estava muito gostoso.
– A foto dos vencedores que abre o post é de Daniela Dacorso, do O Globo.

Os premiados:

Restaurante – Gero
Novidade – Lima Restobar
Chef – Felipe Bronze
Francês – Olympe
Italiano – Gero
Português – Antiquarius
Oriental – Azumi
Peixes – Satyricon
Carne – Esplanada Gril
Comida leve – Celeiro
Contemporâneo – Oro
Carta de Vinhos – Terzeto e Laguiole
Carta de Drinques – Bar D’ Hôtel
Bom e barato – Braseiro da Gávea
Serviço – Antiquarius
Café da manhã – Cirandinha
Pão -Talho Capixaba
Doce -Confeitaria Colombo
Ao Ar Livre -Bar Urca
Pizza – Braz
Para beliscar – Venga
Suco – Polis
Sanduíche – Cervantes
Pé-limpo – Meza Bar
Pé-sujo – Adonis
Brasileiro – Aconchego Carioca
Carta de Cervejas – Delirium Café
Carta de Cachaças -Academia da Cachaça
Tradicional – Bar Lagoa
Garçom – Russo, da Polonesa