Arquivo mensal: janeiro 2014

Escobar: os retornos provaram que a estreia foi um ponto muito fora da curva. Opções leves e refrescantes

A primeira investida foi um desastre. O atendimento caótico tirou qualquer tipo de prazer que se poderia ter na boa comida e bebida. Saí de lá dizendo que não voltaria. Mas, simpáticos, os sócios nos convidaram para retornar e explicar os motivos para aquela tarde complicada. Após este encontro, estive lá em outras duas oportunidades e de fato confirmei que minha estreia no Escobar tinha sido um ponto muito fora da curva.

20131219_232740

Desta vez a equipe estava completa e o atendimento se deu sem qualquer transtorno. E é isso o importante, já que mesmo na estreia difícil deu para ter a certeza de que o cardápio era bem feito. Nesta última vez, a casa estava cheia e fomos acomodados no bar. Não me importei nem um pouco. Sou fã de um balcão e ali é uma diversão acompanhar a alquimia dos drinks. Então para nós, um Clericot refrescante (R$ 60 a jarra de um litro).

20131219_210940 20131219_213449_LLS

A ideia era aplacar o calor que tinha feito ao longo do dia. Então fomos apenas de ceviches, tiraditos e afins. Aliás, uma ideia perfeita e bem levinha para os dias infernais do Rio de Janeiro, O primeiro foi o Tiradito de Namorado (R$ 26). De todos os itens do cardápio, é o que mais gosto. Fatias finas do peixe fresco, limão galego, brotos, pimenta biquinho e um crocante de pão árabe. Maravilha.

20131219_214105_LLS

Em seguida fomos para os ceviches. Primeiro o de robalo (R$ 22). O toque vem de uma salsa de tomate com hortelã que se junta aos ingredientes tradicionais. O crocante de batata doce dá textura e sabor também.

20131219_221329_LLS

O ceviche de bonito (R$ 24) é menos tradicional, mas não menos gostoso. O vinagrete oriental é feito com maracujá e a acidez se mostra bem equilibrada.

20131219_220540_LLS

Comemos também o de camarão com vieiras e leite de coco (R$ 32). Foi o que menos gostei, apesar da boa textura das vieiras.

20131219_224555_LLS

Fechamos com a causa de camarões (R$ 28). O purê de baroa com um toque de aji amarillo estava espetacular. Cremoso e saboroso assim como o aioli que vem espalhado pelo prato. Comeria mais do molho. Confesso que me deu vontade de passar o dedo.

20131219_214133_LLS

De sobremesa, panquecas recheadas com sorvete de doce de leite. Fininhas e gostosas. O sorvete não é tão doce e faz bom contraste com o próprio doce de leite que vem como decoração no prato. Comer os dois juntos na mesma colherada traz equilíbrio perfeito.

20131219_231254_LLS

Foi bom ter baixado a guarda e voltado. Como disse na estreia, é um lugar próximo e conveniente para mim. Além disso, da comida não tive o que falar. Passado o caos da inauguração, a equipe se mostrou azeitada e a tendência é realmente não encontrarmos mais os problemas de antes. É o que realmente espero. Até a próxima!

Escobar

– Rua General San Martin – 359, Leblon, Rio de Janeiro – RJ – (21) 2259-9482 / (21) 2274-8871
Segunda a quinta, das 11h45m às 15h30m e das 18h à 1h30m. Quinta a sábado, das 18h às 3h.

Mais informações sempre na página do Facebook, E no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!

Feliz 2014 para todos! Aqui teve lentilhas, uvas e borbulhas: muitas borbulhas da bebida que pisca!

2014 tem tudo para ser um grande ano. E ele começou muito bem: ao lado de amigos, família, amor e obviamente com muita comida – entre elas lentilhas e uvas que não podem faltar! Então, como fiz no Natal, seguem as fotinhos para deixar os que visitam por aqui com água na boca!

As saladas da ceia foram de peru, abacaxi e milho, e também de feijão fradinho com bacalhau. Entre os quentes, arroz de lentilhas com muita cebola frita (essa receita vem pra cá em breve), lombinho assado com bastante molho a base de legumes e cerveja preta, e o bacalhau da Dona Cília, avó da Luninha, gratinado com batata, cebola e brócolis.

20140101_002413

Antes disso, as entradinhas incluíram cebolinhas, batata calabresa e alho confit (o mesmo trio do Natal), pastinha de atum, salmão gravlax caseiro com sour cream de ervas (absurdamente incrível) e a linguicinha com mel e shoyu de sempre que acabou não saindo na foto.

20131231_205650

No fim, Magnum da bebida que pisca do Rei do Camarote. Afinal de contas, não dá para perder a piada nem no primeiro dia do ano. E amigos. Muitos amigos! E garrafas também!

20140101_022959 563668_10202837502761227_932484929_n 20140101_030917

Saúde, felicidades, um 2014 de muita paz e alegria para todos. Até a próxima!!! E continuem sempre curtindo e visitando a página do Facebook e o perfil no Instagram (@GastroEsporte)! Até a próxima!