Eccellenza Ipanema: noite irregular em uma das minhas pizzarias favoritas na cidade!

Não faltam boas opções de pizzarias hoje espalhadas pelo Rio de Janeiro. E surpreendentemente nunca tinha falado de nenhuma delas aqui no Gastronomia por Esporte. Mas a estreia foi em uma das que mais gosto: Eccellenza. Sempre fui na filial de Botafogo, mas outro dia fui conhecer a nova unidade em Ipanema. A noite, infelizmente, não foi perfeita, mas o saldo para mim continua positivo.

20130625_204110 20130625_204542

Munidos de cupons do Peixe Urbano que davam direito a uma pizza e um cornicione (ou pizza branca), fomos em frente. Mas antes de escolher qualquer coisa veio o primeiro pedido: pão da casa. É simplesmente espetacular. O único que faz frente com o da Dona Cavalierona, que em breve ilustrará o Gastronomia por Esporte. Recheado com queijo, calabresa, presunto e vegetais, o pão está sempre úmido e saboroso. Não dá para sentar na Eccellenza e deixar passar.

20130625_205729

Os cornicciones estavam apenas corretos. O de Flor de Sal e Alecrim poderia ter mais dos dois ingredientes. Já o de Alho e Parmesão estava bem mais gostoso. Mas, sinceramente não recomendo para quem vai de bobeira. Nada de especial. Só vieram mesmo porque fazia parte do pacote.

20130625_211509 20130625_211503

Vamos então às pizzas. Foram quatro sabores em duas pizzas que variam entre R$ 50 e R$ 70 dependendo do que tiver na cobertura. A primeira foi meia Aglio Negro, meia Perfetta. A primeira usa mussarela de búfala como base, alho negro assado, tomate cereja, cebola confitada e um toque de gorgonzola. Já a segunda também usava búfala e vinha coroada com parma crocante e mel de tomilho.

20130625_215701

A segunda era meia Magistrale, meia Favorita. A primeira é uma longa combinação, então vamos lá: búfala defumada, bacon, cebola roxa, azeitona preta, manjericão, azeite trufado, pimenta calabresa e um ovo poché coroando. Já a segunda é uma versão mais chique da clássica Marguerita: búfala, tomate caqui gratinado com parmesão, alho em lâminas e manjericão.

20130625_215635

Em termos de sabor não há o que falar. As combinações estavam fantásticas. A Magistrale surpreendeu com a gema do ovo poché escorrendo. Só achei a cebola em gomos nem um pouco delicada. A Aglio Negro estava sensancional. O sabor do ingrediente principal casou bem com o gorgonzola. A Perfetta estava harmoniosa também: o salgado do parma com o doce do mel. A Favorita não se destacou.

Mas aqui vão duas ressalvas. Achei as massas pouco assadas. E digo isso dos corniciones também. Somado com o fato de termos sentado na varanda, tudo esfriou rapidamente. Não fosse nós avisarmos, ninguém do staff teria notado o fato. Com a massa pouco assada, a base ficava mole demais. Ainda mais na Magistrale, que além da umidade dos ingredientes ainda tinha uma gema. Realmente uma pena, pois a noite poderia ter sido bem melhor.

Depois de toda esta orgia ainda tivemos espaço para uma sobremesa. Uma não, um trio! Macarons, que não brilharam, verrine de panacotta com frutas vermelhas, gostosa, e brigadeiro de colher com raspas de chocolate, este sim o melhor.

20130625_225136

Como disse lá em cima, a noite teve percalços, mas não suficiente para não me fazer voltar na casa. Até porque, enquanto aquele pão fizer parte do cardápio, a Eccellenza sempre terá a minha atenção.

Dúvidas ou considerações é só deixar no comentário ou mandar via Twitter ou Instagram (@GastroEsporte), ou melhor ainda, vai lá na página do Facebook e escreve por lá! Beijos e abraços em todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s