Pastel de forno caseiro.. Massa leve, mole de fazer e com as quantidades certinhas!

Os amigos que acompanham por aqui já perceberam que não sou muito fã de colocar receitas certinhas. Acho que cozinha tem muita relação com gosto e com experiências. Você só vai aprender e evoluir se ficar testando. Em certas horas vai acabar quebrando a cara, o que é perfeitamente normal. Mas quando acerta a felicidade é imensa. E isso é o que importa. Só que essa regra não vale para doces (algo que sou uma nulidade) e massas. Nessa área viro um autêntico aprendiz. E nesta semana, mais uma vez, a professora foi minha “rival” Dona Cavalierona.

No sábado vamos comemorar 1 ano de vida da Clarinha Bochechuda (se alguém me segue no Instagram @rafaelcavalieri já a viu por lá) e toda a comida será feita na nossa cozinha. Incluindo aí algo inédito: pastéis de forno. Dona Cavalierona quis testar uma receita e lá fui eu acompanhar e, é claro, meter a mão na massa.

Vai dizer que não ficaram uma beleza? Simplesmente perfeito e bem tranquilo de fazer os pasteis de forno de frango!

Vai dizer que não ficaram uma beleza? Simplesmente perfeito e bem tranquilo de fazer os pasteis de forno de frango!

Então, como as medidas se fazem necessárias, vou aqui colocar tudo certinho. Primeiro os líquidos. Em uma tigela, junte 300 gramas de manteiga sem sal em temperatura ambiente, 3 gemas e 2 copos de iogurte natural. Dê uma primeira mexida. Em seguida entre com os secos. 700 gramas de farinha de trigo, 1 colher de sopa de parmesão ralado fino (resolvemos colocar um pouco mais pelo sabor) e uma pitadinha de sal. A farinha é bom ir adicionando aos poucos. Se ficar úmido demais, como foi nosso caso, coloque um pouquinho mais.

Manteiga, gemas e o iogurte natural são os líquidos.. O parmesão e o sal vão em seguida..

Manteiga, gemas e o iogurte natural são os líquidos.. O parmesão e o sal vão em seguida..

Com um fouet, dê início ao processo de mistura.., Neste ponto ainda sem farinha..

Com um fouet, dê início ao processo de mistura.., Neste ponto ainda sem farinha..

O início pode ser feito com um fouet ou uma espátula. Mas quando a farinha for inteiramente adicionada inevitavelmente você terá de meter a mão na massa. E aí é ir juntando até ela ficar uniforme e praticamente desgrudando das suas mãos.

Vá adicionando a farinha aos poucos.. É importante não juntar tudo de uma vez para ir sentindo o ponto da massa..

Vá adicionando a farinha aos poucos.. É importante não juntar tudo de uma vez para ir sentindo o ponto da massa..

Tem um momento que não dá para escapar: é mão na massa... Quando começar a soltar fácil está pronto!

Tem um momento que não dá para escapar: é mão na massa… Quando começar a soltar fácil está pronto!

Depois de mexer bem, o objetivo é chegar a uma massa lisa e uniforme como essa belezinha aí da foto.

Depois de mexer e sovar bem, está aí a massa pronta... Ela fica lisa e macia...

Depois de mexer e sovar bem, está aí a massa pronta… Ela fica lisa e macia…

Como não há fermento, não há necessidade de deixá-la descansando. Farinha na mesa para não grudar, rolo na mão e vamos abrir. Por se tratar de um pastel de forno, não pode ser tão fina. A massa é delicada e o  recheio corre o risco de vazar.

Farinha na mesa e rolo na mão.. Não se pode abrir fino.. Ou seja, o trabalho é mais tranquilo..

Farinha na mesa e rolo na mão.. Não se pode abrir fino.. Ou seja, o trabalho é mais tranquilo..

Corte com um molde qualquer, ou um copo caso vocês não tenham, coloque o recheio no centro e feche delicadamente com os dedos. Não há necessidade de passar água nas bordas, mas pode ser feito. Fica ainda mais selado assim.

Corte a massa em formato redondo.. Usei o molde, mas um copo serve...

Corte a massa em formato redondo.. Usei o molde, mas um copo serve…

O recheio é o de sua preferência.. Este foi de frango... Repare na quantidade para sobrar espaço e fechar.. E também na espessura da massa...

O recheio é o de sua preferência.. Este foi de frango… Repare na quantidade para sobrar espaço e fechar.. E também na espessura da massa…

Durante esta etapa, deixe o forno pré-aquecendo a cerca de 180 graus (médio). Com os pasteis prontos, pincele uma gema por cima e polvilhe parmesão ou orégano para dar sabor e estética mesmo. Como a festa é só no sábado, fizemos apenas dois para experimentar. E sim, ficou espetacular. O iogurte deixa a massa bem leve, diferentemente dos pastéis de forno pesados que encontramos por aí. Coisa linda mesmo.

Após fechá-los, pincele o exterior com uma gema batida e polvilhe com algo de sua preferência para dar sabor.. Coloquei parmesão em um e orégano no outro..

Após fechá-los, pincele o exterior com uma gema batida e polvilhe com algo de sua preferência para dar sabor.. Coloquei parmesão em um e orégano no outro..

O recheio

Na verdade você pode colocar o que quiser na massa. Bufala, tomate seco e manjericão? Camarão (eu to fora!!!!)? Queijo com presunto e orégano? Palmito? As opções são muitas. Dá até para fazer doce, com minas e goiabada. Quem sabe? Aí começa a parte que eu gosto da cozinha. Ter uma ideia e sair experimentando. Neste dia fizemos de frango. E aqui, amigos, não temos quantidade não.

Assados no forno médio até ficarem dourados, os pastéis estavam simplesmente perfeitos.. Pimenta e cerveja! Mais nada!

Assados no forno médio até ficarem dourados, os pastéis estavam simplesmente perfeitos.. Pimenta e cerveja! Mais nada!

O peito de frango foi cozido previamente em panela com água e legumes como cenoura, cebola, alho poró.  Tudo para dar sabor. Essa água você pode guardar. É um verdadeiro caldo de frango! Depois de cozido é só desfiar. Em uma panela faça um bom refogado com bastante cebola, alho e azeite. Junte o frango, coloque um pouco de vinho branco para dar sabor e entre em seguida com tomate picado. Um pouco depois entre com uma lata de tomate pelado. Deixe apurar bem o sabor e junte requeijão para deixar cremoso e salsinha picada para dar cor e sabor. É importante o recheio ficar úmido, mas não líquido. Ou então vai vazar no pastel. Sim. Ficou espetacular!

É isso, amigos. Qualquer dúvida pode mandar email ou me procurar no Twitter e no Instagram (@GastroEsporte). Até a próxima!

PS: Post em homenagem a minha querida Nanda, do excelente Pimenta e Limão. Viu, comadre? Não sou só dos gourmets nitrogenados!

About these ads

37 ideias sobre “Pastel de forno caseiro.. Massa leve, mole de fazer e com as quantidades certinhas!

  1. Pingback: Pastel de forno caseiro.. Massa leve, mole de fazer e com as quantidades certinhas! | claudiahome

  2. rosimara

    Fiz a receita do pastel de forno deu certo . A receita é ótimo o pastel ficou realmente leve e macio muito bom,rendeu 50 unidades . Muito obrigado

    Resposta
  3. Thiago

    Fiz a receita da massa com metade das medidas e saiu demaais!! O recheio foi de couve, cenoura e azeitonas. Uma delícia vegetariana!! Parabéns ao site e ao autor da receita! Abraços

    Resposta
  4. sheila p.s

    oi eu de novo bom dia eu faço salgadinhos por encomenda eu queria colocar esse salgado no meu cardapio ja fiz varios sendo q os q faço geralmene ficam duros depois q esfria como posso comercializar com esse problema vc sabe algum modo de amenizar isso??obrigado bom dia me desculpa lhe incomodar

    Resposta
  5. arlilde melo

    Agradeço bastante por esta receita maravilhooosa pois sempre so encontrei massas pesadas,duras esta é muito leve e deliciosa.Um grande abraço.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s